Início » Negócios » Boston Dynamics, do cão-robô Spot, é vendida para Hyundai

Boston Dynamics, do cão-robô Spot, é vendida para Hyundai

Boston Dynamics já passou pelas mãos do Google e SoftBank; agora, Hyundai vai assumir controle de 80% da empresa

Emerson Alecrim Por

Conhecida pelo cão-robô Spot — e outros robôs tão impressionantes quanto —, a Boston Dynamics vai mudar de dono: a Hyundai anunciou, nesta sexta-feira (11), um acordo para adquirir 80% da empresa e, assim, assumir o seu controle. Os 20% permanecerão com a SoftBank, a proprietária anterior.

Cão-robô Spot (imagem: divulgação/Boston Dynamics)

Cão-robô Spot (imagem: divulgação/Boston Dynamics)

Em sete anos, essa é a terceira mudança de mãos que a Boston Dynamics enfrenta. Em 2013, a companhia foi adquirida pelo Google e permaneceu por lá até 2017, quando a divisão Google X Robotics foi dissolvida. Na ocasião, a empresa foi integralmente adquirida pela grupo japonês SoftBank.

A despeito das mudanças de casa, a Boston Dynamics fez seus projetos avançarem. Em 2019, a companhia começou a comercializar o cão-robô Spot, por exemplo. Esses e outros projetos contribuíram para, hoje, a empresa ser avaliada em US$ 1,1 bilhão (o que sugere que a Hyundai desembolsará US$ 880 milhões pelo negócio).

Para a Hyundai, o negócio faz bastante sentido. A companhia atua há tempos em robótica, mas tem trabalhado principalmente em robôs industriais direcionados a fábricas de automóveis. Ao assumir o controle da Boston Dynamics, a companhia pode ampliar a sua participação no segmento, desenvolvendo novos robôs para logística e ambientes domésticos, por exemplo.

Nós e a Hyundai compartilhamos uma visão sobre o poder de transformação da mobilidade e esperamos trabalhar juntos para acelerar nossos planos para capacitar o mundo com automação de ponta e continuar resolvendo os desafios de robótica mais difíceis do mundo para nossos clientes.

Robert Playter, CEO da Boston Dynamics

O negócio ainda precisa passar por aprovação de órgãos reguladores. Não havendo obstáculos, a transação deverá ser concluída até junho de 2021.

Com informações: TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando