Início » Internet » YouTube muda regra e proíbe vídeos que ensinam pirataria

YouTube muda regra e proíbe vídeos que ensinam pirataria

YouTube atualiza política e passa a proibir vídeos que ensinam técnicas de pirataria de músicas, filmes, jogos, apps e afins

Bruno Gall De BlasiPor

O YouTube passou a proibir vídeos que ensinam pirataria. A plataforma de streaming do Google atualizou suas regras com o objetivo de combater vídeos com instruções para evitar o pagamento de serviços ou conteúdos digitais, como músicas, jogos e mais.

Aplicativo do YouTube (Imagem: Hello I'm Nik/Unsplash)

Aplicativo do YouTube (Imagem: Hello I’m Nik/Unsplash)

As informações partem de um documento submetido pelo YouTube ao parlamento do Reino Unido ao qual o TorrentFreak teve acesso. Segundo o site especializado nesta segunda-feira (25), a plataforma de streaming atualizou sua política de conteúdo perigoso e nocivo em setembro para proibir vídeos que ensinam práticas de pirataria.

YouTube barra vídeos que ensinam pirataria

Nas novas regras, são impedidas as publicações que contenham “instruções de como evitar o pagamento de serviços ou conteúdo digital”. Ou seja, para serem disponibilizados ao público, os vídeos não devem explicar como “usar apps, sites ou outras tecnologias da informação para conseguir acesso gratuito não autorizado”.

Além de músicas, a política também foca em outros tipos de acessos não autorizados que “normalmente exigem pagamento” que podem ser apresentados em vídeos publicados no YouTube. É o caso de conteúdos audiovisuais, jogos, softwares ou serviços de streaming.

Outras ações para combater a pirataria por parte da plataforma de streaming de vídeos do Google foram expostas pelo TorrentFreak. É o caso da solução de disputa de nome registrada na Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO, na sigla em inglês) contra um serviço que converte e realiza o download de vídeos do serviço.

O YouTube ainda incluiu um novo item às regras, ainda que sem relação com pirataria, com foco em conteúdos que tenham instruções sobre roubos ou trapaças. Pela política atualizada, não devem ser enviados vídeos que mostram “aos espectadores como roubar bens tangíveis ou promove comportamento desonesto”.

Com informações: TorrentFreak

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Leite (@rafaelleite64)

Esse movimento do YouTube equipara-se ao Tumblr quando proibiu pornografia, metade dos vídeos vão ser apagados.