Início » Aplicativos e Software » Migrar para Google Fotos fica fácil com esta ferramenta da Apple

Migrar para Google Fotos fica fácil com esta ferramenta da Apple

A ferramenta faz o trabalho sozinha, mas pode não enviar alguns conteúdos para o Google Fotos como Live Photos e fotos RAW

André FogaçaPor

Em um movimento pouco comum, a Apple criou uma ferramenta que é capaz de transferir praticamente toda a biblioteca de fotos e vídeos do iCloud Photos para outro serviço de armazenamento em nuvem muito popular: o Google Fotos. A ideia é simples ao ponto onde não é sequer necessário ter aplicativo dedicado, mas existem algumas limitações para poucos usuários.

Google Fotos (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Google Fotos (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Se você tem um iPhone, iPad, iPod Touch ou Mac, sabe como é fácil passar do limite de armazenamento em nuvem oferecido pelo iCloud, principalmente quando a pessoa gosta de gravar vídeos em 4K, ou mesmo em Full HD em 60 quadros por segundo. Uma alternativa é colocar uma cópia destes arquivos dentro do Google Fotos que ainda não abandonou o armazenamento ilimitado, mas neste ano vai.

Apple envia arquivos para o Google Fotos via site oficial

Essa solução começa a ser oferecida pela Apple e de forma oficial, levando apenas alguns dias e sem a necessidade de qualquer aplicativo especial. Primeiro, é importante notar que as fotos e vídeos armazenados no iCloud Photos não são apagados automaticamente após o processo. A própria empresa da maçã trata a função de transferência como cópia e não migração.

Outro ponto importante está na limitação de alguns tipos de fotos ou vídeos. A Apple diz que Smart Albuns, álbuns compartilhados, Live Photos, alguns metadados ou imagens em RAW podem acabar não sendo copiados para o Google Fotos. Todo o processo pode levar entre três e sete dias para ser finalizado, dependendo do tamanho da biblioteca copiada e este prazo é longo de propósito, já que a ferramenta precisa ter certeza que quem pediu para fazer as cópias é realmente o dono do backup.

Para fazer a migração, o usuário precisa usar o backup em nuvem do iCloud Photos para fotos e vídeos, ter ativada a autenticação em dois fatores para a conta da Apple e contar com espaço suficiente dentro do armazenamento do Google Fotos. Arquivos alterados ou apagados durante o processo de até sete dias podem não chegar ao destino.

Se você tem fotos ou vídeos duplicados, a ferramenta da Apple só enviará um deles. Este recurso pode ser importante, mas ao mesmo tempo também é um problema para quem duplicou os arquivos de propósito.

Neste momento, por algum motivo, a ferramenta online disponibilizada pela Apple só está disponível para alguns países do mundo e a lista não inclui o Brasil (!?). Se você está na Austrália, Canadá, União Europeia, Islândia, Liechtenstein, Nova Zelândia, Noruega, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos, já pode acessar privacy.apple.com e iniciar o processo.

Se você ficou triste com a ausência de tantos locais na lista de países suportados pela ferramenta de migração, saiba que o Google Fotos já oferece algo semelhante dentro do aplicativo desenvolvido para o iPhone, iPod Touch e iPad. Basta abrir o app, tocar em “Biblioteca” na parte inferior da interface, depois em “Gerenciamento” e então em “Liberar Espaço”.

O recurso exige que as fotos e vídeos estejam disponíveis no aparelho e o Google Fotos compara o que já foi enviado, com o que não foi. Ele faz o backup dos itens faltantes e apaga automaticamente os arquivos locais do dispositivo. Este método é especial para os que não possuem um iOS com muito espaço disponível e permite, ao menos por enquanto, subir os arquivos no modo de armazenamento ilimitado e assim não ocupar o total na conta do gigante das buscas.

Este segundo método já está disponível no Brasil e é mais rápido que os sete dias da ferramenta oficial da Apple – só tenha em mente que as fotos e vídeos locais serão apagados.

Com informações: Android Police e Engadget.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando