Início » Negócios » Apple dobra lucro no 2º tri com alta de 65% na receita de iPhones

Apple dobra lucro no 2º tri com alta de 65% na receita de iPhones

A Apple lucrou US$ 23,63 bilhões no segundo trimestre fiscal; todas as categorias (produtos e serviços) apresentaram crescimento

Ana Marques Por

A Apple divulgou, nesta quarta-feira (28), os resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2021, encerrado em março. A empresa dobrou o lucro em relação ao mesmo período de 2020, registrando US$ 23,63 bilhões. O relatório mostra ainda um salto na venda de iPhones, com alta de 65,5% em receita na categoria, totalizando US$ 47,94 bilhões.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A receita total da Apple no segundo trimestre cresceu 54%, ficando em US$ 89,58 bilhões – um recorde para o trimestre, superando a previsão de US$ 77 bilhões do mercado. Apesar do destaque para a forte alta nas vendas de iPhones, é importante ressaltar que a companhia cresceu em todas as categorias de produto.

Estamos orgulhosos de nosso desempenho no trimestre de março, que incluiu recordes de receita em cada um de nossos segmentos geográficos e forte crescimento de dois dígitos em cada uma de nossas categorias de produtos, levando nossa base instalada de dispositivos ativos a um nível mais alto.

Luca Maestri, CFO da Apple, em comunicado.

O bom cenário para a venda de smartphones se deve, em grande parte, à atualização do portfólio com os modelos da linha iPhone 12, os primeiros da marca com suporte a 5G, lançados em outubro. Já a categoria de Macs teve alta de 70% à luz dos novos MacBooks e do Mac Mini com o chip M1, da Apple – a receita total registrada foi de US$ 9,1 bilhões para o segmento. As categorias de iPads e de wearables registraram US$ 7,8 bilhões, cada.

De acordo com o balanço apresentado pela Apple, as vendas internacionais representaram 67% da receita do trimestre, com destaque para a China, que registrou aumento de 87,5% (US$ 17,7 bilhões).

Apesar dos bons resultados, a empresa alerta para a escassez de chips, que pode custar de US$ 3 bilhões a US$ 4 bilhões em receita no próximo trimestre fiscal, segundo Maestri.

Serviços também crescem

Seguindo a sua estratégia de diversificação de negócios, a Apple também está crescendo no setor de serviços. Os gráficos mostram uma receita de US$ 16,9 bilhões para a categoria que, segundo a empresa, engloba vendas com a App Store, assinaturas do Apple Music, Apple TV+, iCloud, AppleCare, Apple Card e outros.

De acordo com o CEO Tim Cook, a empresa tem 660 milhões de assinantes pagantes em sua plataforma, o que representa um aumento em relação aos 620 milhões do primeiro trimestre fiscal.

Inclusive, os braços da Apple para além do iPhone foram tema para o Tecnocast 190, que acaba de ir ao ar. Você pode ouvir abaixo:

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jedielson (@Jedielson)

Realmente o ano de 2020 e agora 2021 tem sido de ótimos lançamentos da Maçã em iPhones e Macs, merecido o lucro. Uma pena que o Brasileiro não pode participar dessa festinha e comprar esses produtos a preços justos.