Início » Gadgets » Galaxy Tab S8 Ultra pode ter tela OLED de 120 Hz e bateria enorme

Galaxy Tab S8 Ultra pode ter tela OLED de 120 Hz e bateria enorme

Samsung deve lançar três tablets para a linha Galaxy Tab S8 em 2021; modelo “Ultra”, mais avançado, pode ter tela de 14,6 polegadas

Ana Marques Por

A Samsung deve lançar três modelos para a linha Galaxy Tab S8 este ano, sendo um deles o Galaxy Tab S8 Ultra – que, tirando pelo nome, traria os recursos mais avançados, incluindo tela OLED de 120 Hz e bateria enorme, de 12.000 mAh. As especificações dos novos tablets teriam vazado em uma pesquisa de mercado feita pela Samsung na Coreia do Sul, segundo informações do SamMobile divulgadas nesta sexta-feira (28).

Samsung Galaxy Tab S7

Galaxy Tab S7 (Imagem: Divulgação/Samsung)

A pesquisa teria revelado três modelos sob o codinome Basquiat, e todos eles viriam com a S Pen e contariam com a taxa de atualização de 120 Hz.

Entretanto, o mais básico deve trazer um painel TFT de 11 polegadas, enquanto o “Basquiat 2”, sucessor do Galaxy Tab S7+, teria um display OLED de 12,4 polegadas. Por fim, o “Basquiat 3”, ou Galaxy Tab S8 Ultra, teria tela OLED de 14,6 polegadas – e não, não estamos falando de um notebook.

Para dar conta do display, a Samsung apostaria em uma bateria de 12.000 mAh para o Galaxy Tab S8 Ultra, com direito a carregamento rápido de 45 W. O tablet deve pesar 650 gramas, e medir apenas 5,5 mm de espessura.

Se os rumores se confirmarem, o Galaxy Tab S8 Ultra será vendido em variantes com 8 ou 12 GB de RAM e 128 ou 512 GB de armazenamento.

Galaxy Tab S8 Ultra pode ter câmera dupla frontal

Sobre as câmeras, as três variantes (Galaxy Tab S8, S8+ e S8 Ultra) devem trazer um conjunto duplo de lentes na traseira (13 MP + 5 MP). Entretanto, apenas o Galaxy Tab S8 Ultra teria câmera dupla frontal, composta por uma lente principal com sensor de 8 MP e outra ultrawide de 5 MP.

A Samsung pode vender ainda um novo teclado premium para esses dispositivos, com novos modos de apoio para visualização em até 165 graus.

Preço e disponibilidade

Nenhuma informação sobre os novos Galaxy Tab S8 foi confirmada pela empresa sul-coreana, mas de acordo com os rumores que circulam na mídia especializada, os modelos devem chegar por a partir de US$ 740 (convencional), US$ 1.120 (Plus) e US$ 1.320 (Ultra).

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

wesley soares (@wesley_soares)

Mas o iPad tbm não é um iPhone gigante?

Eu nunca tive iPhone mas já tive iPod touch e iPad, e na época a sensação que eu tive é a mesma, todo tablet é um celular de tela grande, a grande vantagem do tablet é a caneta e acoplar algum teclado. O que o iPad faz de tão diferente assim que um android tablet não faz?

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

A maioria dos apps de iOS incluem layouts otimizados para telas gigantes como a do iPad. Já no Android deve dar pra contar nos dedos os apps que fazem o mesmo, a maioria pega o layout de smartphone e “estica” para a tela grande, desperdiçando espaço e não melhorando em quase nada a produtividade…

Águia Solitária (@LonelyEagle)

Concordo em partes com o que tem sido dito aqui. Tenho usado o S6 lite há algum tempo pra estudar e algum uso de apps de escritório, é bem útil. Uma coisa que o Android faz que até onde sei o iPad não faz (e tem me ajudado bastante) é que consigo abrir três apps ao mesmo tempo na tela (dependendo até quatro, três na tela e um flutuante).

Não discordo que o ecossistema de apps do iPadOS (leia Procreate) é muito superior ao Android, mas pra uso de muita gente (estudar - anotar nele é uma maravilha, consumir mídia, planilhas básicas, leitura, esquete de logos) nunca vai valer a pena pagar quase R$ 11k em um iPad. Digo isso até pra uso profissional. Pra desenhar por exemplo, é bem mais negócio pegar um pc básico e uma Huion com tela do que o ipad. Perde a portabilidade, mas a liberdade de criação ainda é maior.

Outro ponto é que ao menos os apps pra desenho tem evoluído no Android. Não sou nenhum artista profissional, mas o desenho abaixo foi feito no Krita Beta para Android. Quando lançar a versão final, vai ser melhor que o Procreate, já que é um app pra PC, com todas as funções da versão de Desktop.

geisha3000×3000 430 KB

Concluindo, acho que essa questão vai muito do uso. Pro uso corporativo, acho que os tablets da Samsung se saem muito bem. Mas realmente vai demorar (ou talvez nunca aconteça) para o Android amadurecer em tablets. Dito isso, pro uso da grande maioria das pessoas, eles atendem bem (e vêm com calculadora kk).

Desculpem pelo mini-review aí