Se você acha que conhece um bom número de distribuições Linux, melhor repensar essa afirmação: a quantidade de distros e derivados existente desde 2002 é gigantesca, como mostra a imagem abaixo, que faz uma linha do tempo de todas as distros já lançadas. E, acredite, o número é espantoso!

O equivalente a 0,01% de toda a linha do tempo

A existência de tantas distribuições e derivados é fácil de explicar, pela própria natureza do Software Livre. Em lançamentos comerciais, não faz sentido criar versões diferentes, você cria o MS-Office 1.0, depois o MS-Office 2.0, e assim vai, só mudando o codinome por questões de marketing, mas mantendo a numeração. Não faz sentido criar um time interno da Microsoft para criar um “XubunMS-Office” para computadores mais antigos, ou um “KMS-Office” com um gerenciador de janelas diferente do Windows. E a Microsoft dificilmente deixaria um grupo de fãs fazer o mesmo.

Já com Software Livre é diferente. Se um grupo mínimo de usuários não estiver gostando do rumo que uma distro está tomando, eles simplesmente lançam um fork, e continuam a partir daí com outro nome. Ou essa decisão pode ser tomada por outros motivos, como a necessidade de customizações específicas: O Kurumin era um fork do Knoppix, mas totalmente customizado para a realidade brasileira. Assim, esse cenário a criação de um número infinito de distros diferentes, algumas com variações minúsculas entre si.

Dessa forma, visualizar todo o caminho que as distribuições Linux tomaram até aqui seria quase impossível, se não fosse pela existência dessa imagem, que mostra todas as distros, inclusive o momento em que deixaram de ser atualizadas. E, como é uma imagem no formato SVG, você pode interagir com ela, fazendo buscas com Ctrl+F ou clicando em cima dos nomes para ir até o site das distros.  Dá para perder uma boas horas acompanhando a imagem.

E quem vai ser o primeiro a dizer que já testou todas as distros ? 🙂

Com informações: Download Squad

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Reinaldo Lima
Muito interessante essa linha do tempo para as disribuiçoes, muitas delas eu não conhecia, eu particularmente já testei várias disribuiçoes, atualmente tenho em meu HD instalado os sistemas : Suse 10.1 , Elive 2.0 , Xandros 4.0 , Hymera , Brlix, e ja tesstei várias outras distro, cada uma tem suas particularidades, algumas em que prestar bem a atenção na hora de instalar , dias desses tembém instalei no Virtualbox o sistema da Opensolaris, esse muito mais dificil, só não consegui rodar direito pois minha maquina é fraquina para virtualizar, pois é um Dell 2.8 ghz com apenas 1 giga de memória, mas é bom sempre ir testando para aprender . Obs. todos os linuxes acima estão em um HD de 80 gigas, e em outro HD de 80 gigas ainda tenho o XP e o Windows7 . Reinaldo Lima ,
@leozacche
Humm Interessante! Uma vez eu vi algo parecido mas era para os *nix, não só Linux. Esses pontos que iniciam no meio do caminho, significam que as distros (Android incluído) vieram do nada? E o que significam esses tracejados verticais? Que engraçados os nomes que saíram do Kurumin (Patinho Faminto foi f...) O DD-WRT não era para estar ali também? Porque a linha começa em 1992?
Samuel
Linux é a liberdade.. e acho que essa liberdade o Windows não pode copiar, as restrições dos S.O. pagos são o diferencial que com o tempo o linux fará a diferença caso o Windows continue dando problema
Hernani
Distros elevadas a N fator
Hernani
Denunciar isso aew!
@skiter11
Bem legal ver a importância de distribuições como Debian, RedHat e Slackware. Por isso precisam ser tão estáveis. Bacana o trabalho.
Guilherme Mac
Seleção natural: os pinguins mais adaptados/fortes sobrevivem :)
kylefurtado
Putz, me assustei.
JoseRenan
realmente é de cair o queixo. Pelo que vi muito pinguim morreu no caminho..
Guilherme Mac
Q programas exatamente pra vc faz falta? Pq sempre q alguém fala são programas específicos, pra públicos específicos. Se ver pelo lado do usuário comum, ou seja, quase todos, uma distribuição pode até ter mais programas por padrão que a necessidade.
Bruno Gall
O problema é esse, distro demais e programa de menos =/
dudunfsmw
pouts.. quanta distro!!
@matheusfti
Putz! São MUITAS distribuições.
Adriano
Eu ja tinha visto uma imagem semelhante e é bem bacana ver a cronologia de cada distribuição.