Início » Celular » iPad 2 não chega ao Brasil nessa sexta-feira

iPad 2 não chega ao Brasil nessa sexta-feira

Avatar Por

Nesse momento, redatores de veículos de comunicação ao redor do mundo estão comemorando. O iPad 2 vem aí, aquele produto revolucionário que mais uma vez dá á Apple um diferencial único no mercado de tablets. Enquanto isso, cá no Brasil, cabe a nós dar a não-notícia: o iPad 2 não começa a ser vendido nessa sexta-feira.

O produto é 33% mais fino e 15% mais leve — ele está quase chegando à marca de apenas meio quilo — que o iPad original, aquele que virou velharia no exato momento em que Steve Jobs revelou as novidades da segunda geração do tablet. O visor continua o mesmo, bem como a promessa de 10 horas de uso da bateria sem precisar recarregar.

Consumidores americanos tiveram acesso ao iPad 2 em 11 de março, faz duas semanas. Reza a lenda que o produto esgotou-se em diversos pontos de venda, sendo que essa situação deve continuar assim ainda por algum tempo.

Smart Cover usa magnetismo para fixar-se junto ao corpo do iPad 2 (imagem: divulgação)

Agora é a vez de mais 25 países receberem o produto. São eles: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Luxemburgo, México, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O preço sugerido, que deve ser convertido para as moedas locais, é de US$ 499 para o modelo Wi-Fi de 16 GB.

É bom observar que o Brasil não é o único país cujo desprestígio afasta a chegada do iPad 2. Fora alguns mercados desenvolvidos e países secundários do continente europeu, só sobra o México na lista. Naturalmente, os mexicanos têm acesso ao tablet por estarem tão próximos dos Estados Unidos e também devido ao acordo de livre comércio que funciona a plenos vapores na América do Norte.

Tanto o Brasil como Rússia, Índia e China que compõem a tropa de choque do desenvolvimento econômico mundial, parecem estar longe de receber o iPad 2. Na China, as vendas do aparelho estão confirmadas apenas para a Hong Kong, uma região administrativa independente (ou quase isso)  do governo ditatorial, a partir de abril. O mesmo vale para Singapura, Coreia do Sul e “países adicionais”.

Seria o Brasil um desses “países adicionais”? Resta-nos aguardar. Abril está logo ali.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
Nem temos informações sobre a homologação da ANATEL, como querem que ele seja vendido ainda?
Alex Ribeiro
Apple vai lançar o iPad2 no Brasil em 1 de abril. ;)
Alex Ribeiro
Se o envio for de pessoa física para pessoa física as chances de ter problemas são mínimas.
Ramon Melo
Olha, a Anatel é uma droga, sem a menor dúvida. Mas a culpa do atraso é da Apple. A Anatel autorizou a venda do iPad em julho, a Apple atrasou o lançamento no Brasil para abastecer mercados que ela julgava mais importantes. O mesmo vale para os jogos na Apple App Store: o Ministério da Justiça abriu um precedente para a Apple classificar seus jogos de acordo com o sistema brasileiro. Qualquer programador de meia-tigela faria este trabalho com um algoritmo de substituição ridículo, mas a Apple se recusou a se sujeitar a isso. Na ponta oposta, a Microsoft está se matando para trazer os jogos da XBLA ao Brasil, pelo método tradicional, e está tendo bastante sucesso, com lançamentos quase simultâneos ao restante do mundo, o que prova que não é impossível, basta respeitar só um pouquinho os brasileiros. (Linux user defendendo a Microsoft, isso não se vê todos os dias!) É muito fácil culpar a burocracia, os impostos e a ineficiência do serviço público brasileiro, mas tome cuidado com essas empresas que desistem ao enfrentar a primeira dificuldade, elas não ligam de verdade para seus clientes.
Gabriel Silva
Se for em Abril tá ótimo, seria bem diferente do que aconteceu no ano passado: depois de 8 meses o iPad chegou aqui no Brasil (corrijam-me se estiver errado ;) ). Mesmo assim, não vou adquirir a segunda geração tão cedo; acabei de comprar o meu de primeira geração!
@brunohpaes
Exatamente, nesse caso fica mais fácil, mas pra quem não conhece alguém e nem trabalha em uma empresa aérea fica inviável. Se mandarem por Correio além de poder quebrar ainda tem o imposto, se comprar via "importadores" estão enfiando a faca com vontade. O jeito é ou ir lá buscar, ou pedir pra alguém que vai trazer. Ou ter paciência e esperar a Apple ter a boa vontade de lançar aqui.
Thássius Veloso
Mas essa é uma situação específica. Nem todo mundo trabalha ou conhece quem trabalhe em empresa aérea.
xandybio
Quem trabalha em empresa aérea não passa na alfândega.
@brunohpaes
Como???? Tenho um amigo que vai pra lá, mas não sei se quando ele vai eu já terei a verba. Se não tiver terei que arrumar outro esquema pra comprar. Conta como você faz aí!
Marcoscs
por mim pode demorar a vontade, dinheiro pra comprar um só vou ter no natal com 13º
xandybio
Correção: ( Modelo: 16GB 3G Preto T&T )
xandybio
Eu não pago imposto para trazer nada dos USA
xandybio
Eu paguei $629 + $39,00 do Smart Cover. Modelo: 16GB 3GB Preto T&T
@brunogdb
Brasil só se fode
@brunogdb
Mas esperar aqui é uma merd* :P
Exibir mais comentários