A próxima versão do Opera contará com recursos adicionais para os usuários que gostam de ter a mesma experiência de navegação em diversas máquinas e mesmo diversos dispositivos. O Opera Link, de acordo com a organização, vai ganhar a sincronização de usuários e senhas. Acabou-se aquela história de ficar decorando senhas, pois.

Para tanto, a Opera Software precisou rever processos internos de segurança. Além disso, todos os sistemas de login na web da companhia adotaram o uso do HTTPS, que torna a autenticação muito mais segura, visto que os dados trafegam pela rede completamente embaralhados (ou criptografados, para o pessoal mais técnico).

O Opera Next, versão do navegador para os corajosos, recebeu a sincronização de senhas, que depende da tecnologia Opera Link (existente desde a versão 9.5 do navegador).

Na primeira vez que o usuário salvar seus logins e senhas, uma chave de autenticação é gerada na máquina do usuário, a fim de encriptar o conteúdo dos dados transmitidos com essas informações. Essa mesma chave é enviada para os servidores da Opera, porém assegurada pela senha particular da conta no Opera. É a partir desses requisitos de segurança que a Opera Software garante que nenhum intruso vai obter acesso aos precisos logins e senhas de seus usuários.

Opera Link com sincronização de logins e senhas, disponível a partir do Opera 11.50

Interessados em testar o gerenciador de logins e senhas da Opera devem baixar a versão mais recente do Next, que reflete muito do que é esperado para a próxima versão do navegador, o Opera 11.50.

De minha parte, digo que o recurso de sincronização de senhas é praticamente indispensável no meu uso diário da internet. A diferença é que eu apelo para sincronização não no Opera Link, mas sim na ferramenta própria para isso do Google Chrome. Se não me engano, o Firefox também oferece o mesmo recurso, sob a batuta do Firefox Sync.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
Como assim? A sincronização de favoritos foi o Opera o primeiro navegador a ter, desde o nascimento do Opera Link...
Lucas Meneses
O melhor navegador, com certeza!!
@ThiagoCapuano
Bom.
@wslemos
Uso o Opera e Chrome são os dois melhores navegadores do mercado sem dúvida alguma
Caio Furtado
Opera lança recursos novos. Ninguém liga.
@brunogdb
Pena que ele não está suprindo mais umas necessidades =(.
7megas
Uso muito o Opera, além de ser muito bonito, só que alguns sites não abrem com ele, tipo o da caixa e do bb...
Eduardo
Eu uso Opera , Chrome e Firefox no meu pc , um de cada vez é claro ! Gosto dos três mas sei que o Opera é muito completo e rápido , só falta ser totalmente open source ! Esse recurso de sincronizar senhas , vai fazer a diferença e me ajudar muito !!!
@thiagoleite
O Sync do Firefox funciona muito bem. Dá pra sincronizar até as abas.
@acm_on
Adoro o Opera e recomendo, embora certos sites não funcionem corretamente nele (o Twitter mesmo tem certos bugs dentro dele)!
Anny
Eu usei o Opera durante muito tempo como uma alternativa mais leve ao Firefox, até que surgiu o Chrome e migrei para ele =P Mas sempre gostei muito do Opera, é um navegador bem completo e leve. Só prefiro o Chrome porque, além da leveza, tem as extensões e firulas que só ele oferece.
Thiago Sabaia
Legal.... Mais prefiro o Chrome. Opera só no celular,pc não.
EDI LOPES
A sincronização de favoritos do Chrome ja foi um "adianto". So faltava essa função de sincronizar senhas tb. Vemos que os navegadores estão ficando cada vez mais parecido. Agora cabe a cada oferecer a melhor experiência para o usuário. Eu particularmente vou de Chrome, pena que ele não funcione tão bem e não tenha as mesmas funções que tem na versão para o Windows
Fabio's
Particularmente eu só uso do Firefox e Chrome no desktop, mas no Android só uso o opera...ele é bem leve. Será que o recurso chega na versão móvel também.
Yuri Ramos
Acho o opera um navegador muito completo, usei-o durante muito tempo, mas a minha necessidade de um cliente de twitter direto no navegador e a falta de uma extensão como a iReader me fizeram migrar para o chrome.
Exibir mais comentários