Início » Legislação » Islândia dá aula de democracia digital

Islândia dá aula de democracia digital

População usa a internet para escrever a nova Constituição islandesa.

Avatar Por

Cá no Brasil, os políticos usaram as mídias sociais durante as eleições do ano passado e, depois disso, parecem ter esquecido que os eleitores continuam na rede. O modo errado de fazer democracia no século 21. Já na Islândia eles acertaram a mão: os internautas ajudam a escrever a nova Constituição daquele país.

Não pense que foi uma decisão espontânea. A Islândia passou por um processo de liquefação da própria economia. Na hora de se reerguer, as lideranças políticas partiram para uma atitude mais vanguardista de participação do povo em suas decisões.

Twitter do conselho constituinte islandês

O texto básico da futura Constituição foi escrito por um conselho designado especificamente para esse fim. Finda essa etapa, o governo convocou a população para sugerir mudanças e emendas à Carta Magna. A participação eletrônica se dá até o fim de junho, quando o projeto de Constituição retomará os trâmites tradicionais para aprovação.

Nessa história, o Facebook é o site mais usado para a redação da Constituição. Dos 320 mil habitantes da ilha nórdica, cerca de 2/3 têm acesso à rede social. Além de criticar e sugerir mudanças, os internautas ainda acompanham transmissões ao vivo que, semanalmente, discutem os pontos levantados por meio da internet.

Outros serviços usados pela constituinte islandesa são Twitter e Flickr. Na página oficial do projeto, eles inclusive mantêm um arquivo com todas as versões do rascunho colaborativo da Constituição.

Assim que o rascunho de Constituição estiver pronto, será enviado ao Parlamento para aprovação. Mais do que escrever a própria Lei, os islandeses estão escrevendo uma nova página na história da democracia moderna — e eletrônica.

Com informações: USA Today.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
Pode-se dizer que sim.
Alexandre
acho que pior que votar no tiririca é votar de novo em pessoas como o Quercia (RIP), Collor e Palocci, por exemplo. Mas tem milhares de politicos que ja derraparam no campo da etica, moral e penal e o povo continua votando... O POVO TEM O PAIS QUE MERECE"!
@rbicalho
Hum... 320 mil habitantes significa, em termos brasileiros, que a Região Central de São Paulo teria sua própria constituição.
@amsalau
Céus, agora educação é algo genético? Lá vamos a outra teoria eugênica.
Guilherme Mac
Se ver Constituições do passado, aqui mesmo, a "elite pensante" não se mostrou diferente, aliás, se mostrou como fazer monstruosidade numa sociedade. Em todo mundo, qto mais democrática uma Constituição é, melhor pra sociedade. O q temos é que parar de bestializar o povo. Não existe uma ala VIP na sociedade onde só esses são capazes de saber o q é melhor. Não pense q a opinião popular seria esdrúxula, e q consenso não existiria. Pra ter uma ideia, o mesmo povo acusado de eleger Tiririca é o mesmo q elegeu, por exemplo, Chico Alencar, que é um excelente político. Se pensar no passado recente, onde não houve democracia não houve desenvolvimento econômico e social. Nós mesmo só conseguimos crescer e evoluir qdo saímos das garras da ditadura. O povo votando, mesmo em crápulas, conseguiu transformar o país. Toda a pluralidade de pensamento foi importantíssimo pra deixar o buraco q o antigo governo totalitário nos deixou.
Guilherme Mac
Peter Häberle elevado aos tempos modernos, e não só na interpretação, mas na criação.
Arthur Gonçalves
Ah, sem dúvidas, o governo tem muita culpa no cartório, mas é fato de que o povo brasileiro, de um modo geral, se comporta como um troll em diversas situações (especialmente as que não é legal agir assim). É só ver, por exemplo, alguns dos comentários em qualquer notícia do Terra, especialmente as tragediosas, onde nota-se um total descaso por qualquer senso ético e moral. Imaginem se forem fazer uma constituição com o povo via Twitter ou Orkut... seria triste, mas muita gente iria rir e achar que é apenas "parte da alegria de ser brasileiro"...
Rodrigo Fante
Na verdade educação cultural, política, é dever do governo fornecer. Educação moral etc, aí sim é familiar. Em ambos os casos temos falhados com frequência, mas no caso familiar é um fenômeno mundial infelizmente.
@renanferrari2
Uma constituição open source então? :D
Murdock
Foi por aí que pensei. De cara a gente pode pensar "uau, isso seria legal se fosse feito no Brasil". Mas aqui teríamos gente dando as sugestões mais ridículas seja por falta de conhecimento ou esclarecimento ou por pura má intenção, "só pra zoar". E pior ainda, não iam faltar pessoas influentes no meio estimulando isso ao invés de ver que nesse caso a coisa é bem séria. Claro que essas sugestões inúteis não entrariam mas iriam poluir todo o processo e perigava nossa constituinte aprovar uma das idiotices "só pra zoar" e mostrar ao povo o quão idiota são.
@Luiz_Valerio
Quando será que alcançaremos este estágio, com esses políticos de comportamento jurássico e pensamento retrógrado que temos no Congresso Nacional. Torama que um dia cheguemos neste nível.
Arthur Gonçalves
É que tudo isso é questão de educação. E educação, meus caros, não se compra, mas vem do berço junto com você...
Gabriel Bemfica
Concordo plenamente. Duas coisas nas quais o brasileiro não tem educação nenhuma: política e internet. Se juntar os dois, dá besteira. Já começou mal nas eleições de 2010, imagina se montassem uma Constituição por Twitter, Facebook... OU PIOR: Orkut. Comunidade no orkut: Constituição brasileira Tópicos "Você votaria a favor de um projeto de lei proposto pela pessoa acima?" Sem condições, sem condições...
@Erick404
Infelizmente é verdade... e ainda tem o problema de pessoas que não têm acesso a redes sociais.
@medo_b
Infelizmente um povo que elege o Tiririca como Deputado Federal não tem condição de montar uma constituição. Não temos educação nem seriedade para isso. Na verdade o governo pode até gostar da idéia...
Exibir mais comentários