Início » Legislação Mobile » Apple diz que é a verdadeira mãe do Android

Apple diz que é a verdadeira mãe do Android

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A batalha das gigantes da tecnologia por patentes vai ficando mais feroz e tomando ares de pura selvageria. A bola da vez é a Apple, que protocolou um processo na Comissão de Comércio Internacional dos EUA (ITC) em que afirma que alguns aspectos do sistema operacional Android, quem diria, foram pensados inicialmente em sua sede. Portanto, seriam de sua propriedade intelectual.

A patente em questão é uma tal de “Patente 231”, que compreende um “sistema em tempo real de processamento de sinal para os dados transmitidos em série” – um conceito um tanto amplo, mas que basicamente diz respeito a processamentos de dados de APIs em segundo plano.

De acordo com a teoria defendida pelos advogados da empresa da maçã, Andy Rubin – este sim considerado o “pai” do Android” – desenvolveu esta patente ainda no começo dos anos 1990, quando batia cartão como programador na empresa de Cupertino. Para deixar a situação ainda mais cabeluda, esta mesma patente já era alvo de uma disputa judicial iniciada pela HTC contra o Google.

“O Android e o relevante conhecimento técnico do sr. Rubin não começaram, como a HTC tem afirmado ao ITC, com seu trabalho na General Magic or Danger em meados dos anos 90. Na realidade, como já foi revelado em um depoimento, o sr. Rubin iniciou sua carreira na Apple no início dos anos 90 trabalhando como engenheiro de baixo nível na patente 263 exatamente na época em que ela estava sendo concebida e desenvolvida.”, afirmaram no auto de abertura no processo.

Caso os argumentos da Apple sejam considerados válidos nos tribunais, as consequências podem variar desde o pagamento de uma indenização bilionária à empresa do iOS até mesmo a proibição da venda de aparelhos com o Android instalado em solo norte-americano.

Com informações Gizmodo, FOSS Patents