Início » Curiosidades » New York Times e a lista negra da Apple

New York Times e a lista negra da Apple

Avatar Por

Considerado um dos jornais mais influentes do mundo, o “New York Times” não anda com essa bola toda em uma cidade específica: Cupertino. Conhece? É de lá que a Apple envia as informações sobre produtos revolucionários como o iPhone e o iPad para que sejam montados em fábricas na China — na Foxconn, como você bem sabe. O “Times” acusa a Apple de tê-lo colocado na lista negra. Nenhuma informação sobre o Mountain Lion antes da hora, portanto.

A resposta da Apple em tese vem depois que o “Times” publicou reportagens sobre a situação dos trabalhadores de empresas contratadas pela companhia fundada pelo falecido Steve Jobs para montar as iMaravilhas. Jornalismo investigativo (ou quase isso) e textos carregados fizeram com que a Apple torcesse o nariz para o jornalão. Resultado disso é que o tratamento antes diferenciado dispensado ao “New York Times” acabou.

Roarr!

Roarr!!

Ontem foi anunciada a prévia para desenvolvedores do Mountain Lion. A próxima versão do Mac OS chega em alguns meses. Para essas ocasiões normalmente a Apple convida alguns veículos de mídia mais proeminentes para conhecer os produtos antes — sempre sob o compromisso de não revelar nada antes da hora, o famoso embargo — e testa-los, a fim de escrever com mais propriedade.

Em outros tempos o “Times” estaria na lista dos veículos que recebem as novidades antes. Mas não foi o que aconteceu.

David Pogue, colunista do “Times”, disse que testa o Mountain Lion faz uma semana. Tal afirmação minimiza um pouco a teoria de que a Apple teria colocado o jornal de NY em sua lista negra.

Entretanto, o mesmo jornal não conseguiu falar com nenhum executivo da Apple sobre as novidades do Mountain Lion. Incomum para os padrões do “Times”. O CEO da empresa, Tim Cook, conversou tranquilamente com o “Wall Street Journal”, publicação bastante popular por lá destinada a cobrir o mercado financeiro.

No mês passado, Cook mandou mensagem para todos os funcionários contestando a reportagem do “Times” sobre as condições de trabalho dos empregados terceirizados que montam coisas da Apple. Disse que algumas pessoas (no caso, veículos) “atualmente estão questionando os valores da Apple” e que qualquer sugestão de que a empresa não se preocupa com esses trabalhadores “é falsa e ofensiva para nós”.

Nos corredores do bom jornalismo existe a máxima de que se você irrita o poder, provavelmente está fazendo seu trabalho da maneira certa. Hoje vivemos num mundo de empresas. Cobrimos essas empresas. Então, de certa forma, dá para transferir a máxima do poder para essas empresas. Talvez o “Times” esteja satisfeito em entrar para a lista negra.

Quem não recebe mais convites para entrar em eventos da maçã é o Gizmodo. Lembra que eles mostraram o iPhone 4 com exclusividade quando obtiveram um protótipo? Desde então se tornaram inimigos mortais de Steve Jobs. Nem pensar em ve-los nos eventos da companhia.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@lemontante
Então, tenha nojo de todas as empresas...
@iJeanCarlos
Sou fan sim,mas não sou fanático a ponto de ser cego e não ver a realidade.
Gaba
A fantástica fábrica de iMaravilhas
Gaba
Não da pra levar sua opinião em consideração, você é muito fanático pela apple!
@iJeanCarlos
"dignidade humana",sim,todos devem ter,viver bem,ter lazer,receber um bom salário e plano de saúde. Mas veja bem meu amigo,a Apple contratou uma empresa terceirizada,ela demonstrou que trabalha de maneira correta nesse contrato,mas se isso não acontece realmente,isso é culpa da Apple?NÃO! A culpa é da FoxConn,quem deve sofrer as consequências disso é ela,e não a Apple.Alias a atitude mais humana que nenhuma empresa no mundo tomou,foi o que a Apple fez em investigar isso e exigir um aumento e mais qualidade de vida dos empregados da empresa terceirizada,veja bem,terceirizada.Ninguém mais se preocuparia com isso,mas a Apple como sendo uma empresa mais humana,tomou essa parte para ajudar.Como todos gostam de criticar a Maçã. Agora,ninguém fala da Micro$oft,e o que acontece nas terceirizadas contratadas por ela.
@iJeanCarlos
Hahahaha...Tá bom! Vou rir o dia todo com essa.
Adriano
Tenho nojo da Apple, ela parece uma criança mimada, ou fazem o que eu quero ou eu brigo com vocês.
Nicolas Catalani
Eles ainda guardam rancor do incidente com o Gizmodo? Nossa.
Gabriel
Uma reportagem que li no NYT sobre a questão de fabricação de produtos da Apple na China elucidava que a questão não era tão simples como muitos pensam. Interessante que achei que até removia um pouco da culpa das costas da Apple, mas parece que não querem nem que mencionem o assunto.
Adriano Luis
Gostei da Poker Face do leão ou leoa http://st2.tecnoblog.net/wp-content/uploads/2012/02/mountain-lion-hero.jpg
EDI LOPES
Vai ver que por causa da reportagem a Apple resolveu se mexer e tentar melhorar as coisas lá na china
Guilherme Macedo C.
O que mais impressiona é o "nem aí" pra a dignidade humana. Para algumas empresas, como a Apple, o lucro está acima DE TUDO. E aí de quem ousar falar qualquer coisa. Retaliações pode ocorrer, como a que ocorreu,
Tio Z
Oras, mas se não é verdade que essas empresas terceirizadas não tratam bem seus funcionários, porque fazer auditorias nelas hein sr Cook? Ta faltando coerência ai, Arnaldo.
Yangm
A verdade machuca, né Apple?
Fabio
Já estou vendo grandes empresas de TI se unindo para derrubar a Apple.
Exibir mais comentários