Arquivo Internet

Problema em servidores da Amazon tira Foursquare e Instagram do ar

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O AWS da Amazon é um serviço amplamente usado por diversas startups ligadas à web, principalmente por terem uma infraestrutura capaz de aguentar grandes quantidades de tráfego como também por serem barato (para empresas) e confiável. Mas quando problemas acontecem nos servidores de um serviço conhecido, os usuários rapidamente notam e reclamam. Foi o que aconteceu nessa sexta-feira com o Instagram e Foursquare, ambos hospedados no AWS da Amazon.

Durante a manhã dessa sexta-feira o Instagram ficou inacessível por pelo menos meia hora antes de voltar parcialmente ao ar tanto nos aplicativos quando na web, o que é um problema para um serviço que acaba de lançar novidades ligadas à interface web. Já o Foursquare confirmou no Facebook que está com problemas e continua sem sinal de vida desde pelo menos o as 11h de hoje até o momento em que esse post foi publicado.

Segundo a dashboard de status do AWS, o problema está especificamente em três servidores, todos localizados no estado americano de Virgínia do Norte. Eles apresentam, de acordo com os avisos da a empresa, “problemas de conectividade” ou de “latência elevada” que já estão sendo reparados.

Devido à falha nos servidores, usuários do Instagram podem receber avisos de erro 503 ao tentar acessar fotos na web, enquanto os usuários do Foursquare verão um aviso de erro se tentarem acessar o serviço nos aplicativos para Android ou iOS.

Não é sempre que vemos dois grandes serviços web sofrendo problemas em servidores ao mesmo tempo, mas serve para mostrar que nenhum servidor – por mais que tenha uma poderosa infraestrutura – é à prova de falhas. Enão é a primeira vez que isso acontece: o Foursquare, reddit e Hootsuit já foram afetados pela Amazon em abril do ano passado.

Atualização às 13:51 | O Instagram e Foursquare já estão novamente acessíveis, mas ainda restam dois servidores com problema no AWS.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque