Ainda nesse mês uma versão de testes do Office Web Applications, a versão do Office voltada para ambiente web, começará a ser usada por desenvolvedores de todo o mundo. No entanto, algumas restrições serão aplicadas com relação aos navegadores suportados pela suíte de escritório online.

Num primeiro momento, apenas três navegadores poderão ser utilizados para testar o Office Web Apps. São eles: Internet Explorer 7 ou 8 (é claro!); Firefox 3.5 para Windows, Mac ou Linux; e Safari 4 para Mac. Ou seja, Google Chrome e Opera ficam de fora.

Gareth Howell, gerente de programas do Office Web Apps, escreveu em post no blog do serviço que a restrição ocorre porque nem todos os navegadores oferecem a mesma “extensibilidade”. Ele cita como exemplo a função de copiar uma seleção de texto através de ícone na interface do Office Web Apps: funciona com Internet Explorer, mas não no Firefox.

“Se você preferir usar outro navegador, você deveria testar as Web Apps. Ainda que nós não possamos oferecer suporte oficial a todos os navegadores, usuários não serão impedidos de usá-los. É um objetivo do Web Apps ter ampla compatibilidade e alcance.” – Escreveu Howell.

Uma das recomendações de Howell é que as pessoas que quiserem usar o Office Web Apps tenha o Silverlight instalado. O concorrente do Adobe Flash proporciona carregamento mais rápido, desempenho melhorado e compatibilidade com a renderização de fontes em computadores com ClearType habilitado.

[Computerworld]

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Na mídia, também atua como comentarista da GloboNews e da CBN, além de ser palestrante, mediador e apresentador de eventos. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na revista Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados