Tela de 0,7 mm da LG

A LG carrega a fama de desenvolver e produzir boas telas para dispositivos móveis. Como que para provar que realmente entende do assunto, a companhia divulgou, nesta quinta-feira (30), o seu mais recente feito para o segmento: uma tela LCD que (quase) dispensa bordas e possui apenas 0,7 mm de espessura.

Uma tela assim oferece vários benefícios. Sendo tão fina – 0,7 mm é um tamanho menor que a espessura de um cartão de crédito (0,76 mm) -, a fabricante pode desenvolver aparelhos “magros” ou dar espaço para baterias com mais capacidade.

A quase inexistência de bordas, por sua vez, facilita a criação de aparelhos com tela grande – o protótipo divulgado pela companhia tem 5,3 polegadas -, mas que, ao mesmo tempo, não faz o smartphone ficar parecendo um tablet.

Para realizar tamanha proeza, a LG recorreu a uma técnica chamada “Advanced In-Cell Touch”. Basicamente, a ideia consiste em integrar a camada tátil ao painel LCD, fazendo estes itens formarem um componente só.

Não é só isso. A companhia coreana também substituiu a fita que conecta o painel aos circuitos e ao sistema de retroiluminação por um material mais fino, porém tão eficiente quanto. Se não bastasse, a nova fita consegue impedir o vazamento de luz e protege a parte interna da tela de água e poeira.

Tela de 0,7 mm da LG

A LG destacou que, além das 5,3 polegadas, a nova tela possui resolução full HD. Falta apenas um smartphone que a aproveite, o que serviria para comprovar os benefícios de uma tela tão fina.

O primeiro modelo, no entanto, não deverá ser da própria LG. Em seu comunicado, a companhia informou que a produção em massa da nova tela começa em novembro, mas para abastecer clientes da China, mercado cuja demanda por aparelhos com tela grande é bastante forte.

Com informações: The Verge

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados