Uma nova pesquisa publicada pela comScore traz dados reveladores sobre o mercado de smartphones. A organização fez um levantamento de quais são os sistemas operacionais móveis mais usados em maio de 2010. Depois, comparou os dados de fevereiro também desse ano. Conclusão: o Android foi o único sistema que ganhou participação de mercado.

Plataformas móveis mais usadas | comScore

Em primeiro lugar está a RIM, que há muitos anos é sinônimo de aparelho celular para negócios. A companhia teve 41,7% de participação em maio, ante os 42,1% de fevereiro. Ou seja, caiu menos de um ponto percentual.

A Apple aparece na segunda posição. O iPhone OS (iOS) concentrava 25,4% dos smartphones em fevereiro, mas em maio também viu essa participação cair: um ponto percentual. Atualmente, 24,4% dos aparelhos estão rodando o sistema de Steve Jobs.

Em terceiro, a Microsoft com o Windows Mobile. Bill Gates não vai gostar de saber que o market share da plataforma foi de 15,1% para 13,2% durante o período de três mesesm E a tendência é que continue caindo, enquanto o Windows Phone 7 não for lançado (no fim do ano).

Finalmente, o Google! De 9% em favereiro de 2010, a empresa viu crescimento para 13% em maio de 2010. Cabe lembrar que o Android é um sistema relativamente novo, portanto mais fácil de crescer. Só que 4% de aumento em três meses é bastante.

Na lanterna das cinco plataformas mais usadas está a Palm. Os 5,4% em fevereiro foram reduzidos para 4,8% em maio. Vamos ver se a compra da empresa pela HP faz esse cenário mudar.

Com informações: TechFlash.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Na mídia, também atua como comentarista da GloboNews e da CBN, além de ser palestrante, mediador e apresentador de eventos. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na revista Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados