“Alô, mamãe?” nos voos da TAM

Thássius Veloso
Por

Você se senta confortavelmente no assento, espera o piloto taxear a aeronave e depois o voo começar. Com 4 mil metros de altitude, o chefe do serviço de bordo informa que, a partir daquele momento, as chamadas telefônicas estão liberadas. Uma cena inusitada e tida como impossível por muitos, poderá acontecer a partir de hoje em uma aeronave da TAM.

A novidade começa a funcionar depois de dois meses de espera, já que em agosto desse ano a TAM recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para oferecer o serviço em seus voos. Chamado de OnAir, ele é possível graças a uma tecnologia desenvolvida por uma empresa ligada à Airbus, a fabricante de aronaves. Ela permite que até 8 pessoas utilizem a conexão presente no avião para realizar chamadas de voz simultaneamente.

Airbus A321 da TAM, a aeronave que recebeu o OnAir

No caso do uso de dados, a regra é mais flexível: todos os passageiros que desejarem poderão se conectar à internet sem fio por meio da conexão disponível na aeronave. Em vez de oferecer esse serviço à parte, por um valor especial, a TAM vai deixar que as operadoras façam essa cobrança. O detalhe é que o custo dessa conexão será o mesmo de um roaming internacional. Para a maioria dos mortais, caro, muito caro…

“O uso de celular a bordo foi uma demanda detectada por meio de pesquisas com os nossos passageiros que desejam estar conectados ao trabalho, família e amigos enquanto viajam”, afirmou Manoela Amaro, diretora de Marketing da TAM, em comunicado.

A primeira aeronave da TAM com o OnAir realizará rotas entre Guarulhos, Recife, Natal, Fortaleza e Porto Alegre. Em caráter experimental, o novo serviço deverá ser instalado em novas aeronaves em breve. Tudo vai depender da receptividade dos passageiros.

De acordo com a empresa, os clientes serão orientados a desligar os aparelhos eletrônicos durante as decolagens e os pousos, como já acontece atualmente. A tecnologia do OnAir não causa interferência nos comandos do avião nem nas torres de celular em terra firme. Além disso, o serviço pode ser desligado manualmente a qualquer momento, se for necessário.

Atualização às 19h32 | A Folha.com fez um levantamento e descobriu o quão assustadores são os preços praticados para roaming internacional. Na TIM, fazer um minuto de ligação custa R$ 7; o envio de cada SMS sai por R$ 1,50; e o MB baixado é mais custoso que a banda larga popular: R$ 33.

Relacionados

Relacionados