Arquivo Internet

Bônus de empregados do Google dependem do sucesso social da empresa

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Assim que Larry Page tomou posse do cargo de CEO do Google, já sabíamos que alguma coisa iria mudar no Google. Ele já havia instruído gerentes de produtos a enviarem e-mails diários relatando no que estão trabalhando, mas isso não era nada muito espetacular. Eis que ontem o mais novo chefão da gigante de Mountain View enviou um memorando a todos os funcionários dizendo 25% do bônus que eles irão receber passou a depende de como o Google se sai na sua estratégia social.

"O seu bônus, ó" | Crédito: Google/Divulgação

O site BusinessInsider conseguiu colocar as mãos no memorando e publicou os detalhes, junto com uma foto. Nele, Page diz que todos os funcionários do Google serão responsáveis pelo ‘sucesso social’ da empresa e que se a estratégia funcionar, receberão 25% a mais no final do ano. Caso contrário, receberão 25% menos de bônus no seu pagamento.

Page ainda diz que mesmo aqueles funcionários que não estão diretamente ligados aos serviços desenvolvidos na estratégia social serão afetados. Tais funcionários devem ao menos testar os serviços e enviar feedback aos criadores, além de incentivar seus amigos e parentes a testá-los também.

A tática pode parecer um pouco desesperada, mas como mexeu no bolso dos funcionários do Google acho que tem altas chances de que funcione. Assim eles se sentem compelidos o bastante a usarem o tal Google +1, o Google Profiles e, quem sabe, até mesmo o Orkut. Hahaha, ok o Orkut talvez não.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque