Arquivo Ciência

Aeromodelo espião de redes WiFi é batizado de SkyNET

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Não é de hoje que geeks praticam um esporte chamado Wardriving, em que eles se reúnem em grupos de dois ou mais e dirigem a esmo em um determinado local procurando por redes sem fio abertas para explorar suas vulnerabilidades. Uma variação desse esporte evolve usar aeromodelos, como aqueles criados por hackers holandeses no ano passado. Agora essa técnica foi atualizada graças a um grupo de cientistas e passou a ser um pouco mais acessível.

O trio de cientistas Theodore Reed, Joseph Geis e Sven Dietrich do Instituto de Tecnologia Stevens em New Jersey nos EUA, são os responsáveis pela criação do chamado SkyNET. Sim, esse é o nome do aeromodelo que você vê na imagem acima mas a menos que a SkyNET se torne autossuficiente lendo mensagens de e-mail particulares depois de quebrar chaves de criptografia, ele não representa o início do fim da humanidade como nós conhecemos. Ainda.

Trata-se na verdade do trabalho de conclusão de curso do trio, que aperfeiçoou os aeromodelos como o holandês WASP, que quebra senhas de redes WiFi. Só que eles acabaram criando um arquivo do tipo faça-você-mesmo. Basta baixar o trabalho em PDF com as instruções, comprar as peças necessárias (que custam por volta de 600 dólares), montar todas no lugar certo e você terá um computador voador rodando Linux e capaz de detectar e comprometer a segurança de redes sem fio. Fácil.

E você pode fingir que está apenas pilotando um inocente helicóptero de controle remoto.

Com informações: Geekologie.

Rafael Silva

Rafael Silva tem 27 anos, estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Tem uma queda pela Apple na área de dispositivos móveis, mas sempre usou Windows em todos os seus notebooks e desktops. Vez ou outra fala alguma coisa interessante no Twitter: @rafacst. [Envie um email]

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque