Doodle do Google cria nova modalidade olímpica: atletismo de teclado

Rafael Silva
Por

Doodles interativos é algo que o Google não se cansa de fazer., principalmente por que existe uma equipe de designers e programadores dentro da empresa apenas nesse importante setor. E eles conseguiram se superar mais uma vez. O Doodle apresentado pelo Google na sua página inicial hoje é uma nova modalidade olímpica proposta pela empresa e que mistura atletismo (mais ou menos) com pressionar teclas rapidamente.

Para jogar, basta usar as teclas direcionais para correr e a barra de espaço para pular. Como sempre, o Doodle animado é feito usando tecnologias web abertas, como HTMl5 e CSS3. Nenhum componente em Adobe Flash foi ferido usado durante a criação deste Doodle. E assim como os outros, esse também tem potencial para fazer você perder bastante tempo jogando, principalmente por que você pode compartilhar automaticamente o seu resultado no Google+. Então cuidado.

O Comitê Olímpico Internacional não disse quando pretende incluir a modalidade Atletismo de Teclado nos jogos. Mas todos os usuários do Google tem ainda 4 anos para praticar antes. Ou desenvolver uma crise de L.E.R. por causa do jogo, o que vier primeiro.

Amanhã o Doodle já terá saído da página inicial mas você ainda pode visualizá-lo na galeria de Doodles, que tem todos os demais já criados pela empresa.

Atualização às 12:14 | O Google divulgou no site HTML5rocks.com a tecnologia por trás desse Doodle e, surpresa, revelou que ele suporta controles de videogame. Dentre os que foram testados pelo Google estão os do PlayStation 2, Xbox 360 e outros sem marca mas que podem ser plugados via USB (e em Macs com um adaptador) ou conectados por Bluetooth.

Para que isso funcione, no entanto, você precisa abrir o jogo no Chrome 21, liberado há alguns dias. A última versão nightly do Firefox também suporta a Gamepad API, mas as chances de que você está usando essa versão agora são bem baixas. De qualquer forma, se havia alguém que não estava impressionado com as capacidades do HTML5, esse alguém deve ficar agora.

Relacionados

Relacionados