As TVs do futuro serão transparentes? Não sei. Mas tecnologias que tornam essa ideia possível já existem. Em um evento realizado em Hong Kong, a Samsung apresentou uma tela OLED de 55 polegadas que possui a referida característica, além de um display (também OLED) do mesmo tamanho que é espelhado.

O painel transparente não é exatamente uma tecnologia nova. A própria Samsung já havia apresentado uma tela do tipo em 2012. Antes disso, em 2010, a companhia exibiu um laptop com display AMOLED que também tinha transparência.

Mesmo assim, a TV recém-revelada consegue chamar atenção. O dispositivo é bem maior que os protótipos anteriores da Samsung e aparenta exibir imagens com mais definição.

A TV com tela espelhada também não é uma ideia recente, mas é igualmente curiosa. Segundo a Samsung, o painel oferece nível de refletância superior a 75%, contraste elevado, mais nitidez na exibição de imagens e suporte a uma gama maior de cores em relação a painéis LCD com tecnologia parecida.

Tudo muito legal, mas a inevitável pergunta não demora a aparecer: qual a necessidade disso? A Samsung acredita que ambas as telas encontrarão espaço em aplicações comerciais, citando como exemplo um “provador virtual”.

Imagine que você quer conferir se uma camiseta combina com o seu estilo, mas você não está disposto a ir a um provador de verdade. Ao ficar em frente à TV espelhada, você verá o seu reflexo nela com a roupa logo ao lado para facilitar a comparação. Em um contexto mais futurista, a tela poderá exibir o seu reflexo, mas com você vestindo a camiseta virtualmente.

TV espelhada - Samsung

O visor transparente pode seguir pelo mesmo caminho. Coloque o seu braço por trás da tela e você poderá experimentar, via realidade virtual, um relógio de pulso ou uma joia, por exemplo.

Se você começar a “viajar nas ideias”, encontrará outras (in)utilidades. Eu, por exemplo, me imaginei indo ao banheiro após acordar e, ao olhar para o espelho acima da pia, encontrar ali a previsão do tempo ou notificações da minha agenda.

Os protótipos mostrados pela Samsung são bastante funcionais. A companhia fez inclusive demonstrações em conjunto com o sistema de câmeras Intel RealSense para dar noções mais claras das aplicações possíveis. Apesar disso, é bom não ter expectativas: deve demorar bastante para encontrarmos ambas as tecnologias no mercado.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados