O que acontece quando a Sony resolve reunir 4K, OLED, HDR e um sistema inovador de som em uma mesma TV? Você tem um dispositivo muito bonito, e também muito caro.

A Sony está lançando pela primeira vez uma TV OLED com resolução 4K. Como você deve imaginar, a Bravia XBR-A1E – exibida pela primeira vez na feira CES deste ano – oferece cores vibrantes e tons escuros profundos, e tem vários truques na manga.

Ela faz processamento avançado de vídeo, suporta todo tipo de HDR (Dolby Vision, HDR10 e HLG) e é extremamente fina – há um suporte especial para você apoiar a TV em uma superfície como se fosse um quadro. Além disso, ela é a primeira a trazer o “Acoustic Surface”, sistema de som integrado ao painel e auxiliado por um subwoofer escondido na traseira.

A Bravia XBR-A1E roda Android TV e tem suporte nativo a Google Cast, ou seja, você pode transmitir com facilidade o conteúdo de seu smartphone (ou do Chrome) para a tela grande. Ela também possui Google Assistant embutido, que responde a perguntas por voz – basta pressionar o botão de microfone no controle remoto.

São três modelos. A XBR-55A1E de 55 polegadas custa US$ 5.000, enquanto a XBR-65A1E de 65 polegadas sai por US$ 6.500. Ambas estão em pré-venda nos EUA na Amazon, Best Buy e outros varejistas. A versão de 77 polegadas, no entanto, ainda está para ser lançada.

A Sony vai concorrer com diversos modelos da LG que também oferecem painéis OLED 4K. Inclusive, a coreana já lançou algumas dessas TVs no Brasil, com preços variando entre R$ 14 mil e R$ 32 mil.

Com informações: Sony, Engadget.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados