Notícias Negócios

Facebook proíbe anúncios envolvendo criptomoedas, incluindo bitcoin e ICOs

Felipe Ventura
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Diversos golpes prometiam — e ainda prometem — altos rendimentos em pouco tempo se você investir em uma criptomoeda que pode se tornar “o próximo bitcoin”. Eles usam anúncios no Google e Facebook como ferramenta de divulgação.

O Facebook finalmente está fazendo para combater isso. A rede social baniu anúncios que promovem criptomoedas e ICOs (oferta inicial de moedas).

Foto por goodegg0843/Flickr

“Existem muitas empresas que anunciam opções binárias, ICOs e criptomoedas e atualmente não operam de boa-fé”, diz a rede social. Por isso, ela criou uma nova política proibindo anúncios “que promovam produtos e serviços financeiros frequentemente associados a práticas enganosas”.

A proibição vale para o Facebook, Instagram e Audience Network — isto é, para anúncios que aparecem em outros sites, como no exemplo abaixo do Recode:

A rede social pede que os usuários denunciem anúncios de criptomoeda clicando (ou tocando) no ícone localizado no canto superior direito.

O Facebook diz que “esta política é intencionalmente ampla” enquanto eles detectam melhor essas práticas enganosas de publicidade. “Vamos rever essa política e como a aplicamos à medida que nossos sinais melhorarem.”

Com informações: Facebook, Recode.

Felipe Ventura

Editor-geral

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque