Início / Notícias / Celular /

Twitter continua banindo usuários que criaram contas quando tinham menos de 13 anos

André Fogaça

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Não faz muito tempo que nós comentamos sobre a nova forma do Twitter fazer valer a regra de idade mínima, em 13 anos, para utilizar a rede social. A regra continua e o microblog ainda está banindo quem fez a conta no site antes de completar esta idade.

A mudança na postura do Twitter aconteceu em maio deste ano, pouco tempo antes do anúncio do GDPR, com o banimento de usuários que criaram um perfil quando tinham menos de 13 anos. Por lei, o site não pode hospedar conteúdo criado por pessoas com esta idade, então o pássaro azul resolveu bloquear tudo que existia destas pessoas – até mesmo banir a conta de quem tem mais idade, mas que quando entrou no Twitter ainda não tinha a idade mínima para uso do site.

Um mês depois da polêmica, a rede social prometeu resolver o problema de quem tem bem mais do que a idade mínima e ainda assim foi bloqueado. Até o momento isso não aconteceu e alguns usuários bloqueados continuam sem acesso ao perfil e novos banimentos ainda ocorrem.

Ao jornal britânico The Guardian, uma fonte garantiu que o Twitter ainda não tem a ferramenta necessária para poder fazer o filtro e, assim, evitar dor de cabeça para tantas pessoas. Aparentemente ainda não é possível separar o que foi criado antes dos 13 anos, com o que foi criado depois desta idade – por mais que o Twitter saiba bem como utilizar a busca avançada do próprio microblog, né?

O problema é tão grande, e lento de ser resolvido, que aparentemente é mais fácil iniciar uma nova conta do zero e abandonar o usuário banido.

Com informações: The Verge.