Notícias Aplicativos e Software

Microsoft Edge com base do Google Chrome já pode ser baixado

Navegador tem acesso liberado para as extensões do Chrome

André Fogaça
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Microsoft liberou hoje (15) o download do novo Edge, que é baseado no Google Chrome e que substitui o Edge que já está instalado em seu computador. Além do dele, os navegadores Opera e Vivaldi também utilizam o motor Chromium.

Visualmente o Edge está muito, mas muito parecido com o Chrome, só que com a barra de endereço e buscas mais quadrada, com o ícone de menu na horizontal e com ares mais minimalistas, ainda mais do que o já minimalista Chrome. O que achei interessante é que, ao menos no Windows 10, a versão antiga é removida quando o novo é instalado – o Internet Explorer continua lá.

O anuncio de que a Microsoft trocaria o motor interno do Edge pelo que existe no Chrome aconteceu no final de 2018, com versões de teste aparecendo aqui e ali desde então. Adotar o Chromium faz com que os navegadores fiquem menos fragmentados, os sites fiquem mais compatíveis com mais browsers e a Chrome Web Store funcione por aqui, levando extensões para o novo app.

edge chrome web store

Assim como os concorrentes, o novo Edge com base no Chrome entrega uma espécie de bloqueador de rastreamento de sites e que está ativada por padrão. Além disso, há um botão que permite que um modo de compatibilidade seja acionado, que faz o motor do Internet Explorer ser ativado na aba selecionada e isso permite que sites antigos possam ser abertos sem problemas.

Edge novo

Se você quer ver como está o novo Edge feito com os fundamentos do Chrome, é possível baixar manualmente o navegador para Windows 7, 8, 8.1 e 10, macOS, iOS e Android. Se você utiliza o Windows 10, o novo browser será entregue automaticamente em uma atualização que será entregue pelo Windows Update.

Se você é um usuário do Chrome, o Edge perguntará se você quer importar dados dele e isso significa que senhas salvas, campos que são preenchidos automaticamente e todo o histórico de navegação vai junto. É um bom momento para dar uma chance para o Edge, eu vou tentar fazer isso.

Com informações: Microsoft.

André Fogaça

Ex-autor

André Fogaça é jornalista e escreve sobre tecnologia há mais de uma década. Cobriu grandes eventos nacionais e internacionais neste período, como CES, Computex, MWC e WWDC. Foi autor no Tecnoblog entre 2018 e 2021, e editor do Meio Bit, além de colecionar passagens por outros veículos especializados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque