Intel e MediaTek também cancelam ida ao MWC 2020 por coronavírus

Intel e MediaTek fazem parte de uma lista crescente de empresas que já desistiram do MWC 2020

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos
Mobile World Congress

Já não é exagero dizer que o Mobile World Congress (MWC) 2020 corre o risco de não ter a relevância das edições anteriores ou até de ser cancelado: o número de empresas que desistiram do evento por conta do surto de coronavírus não para de crescer. Entre os nomes mais recentes dessa lista estão Intel e MediaTek.

Com a decisão, ambas se juntam a companhias como Amazon, Nvidia, Sony, LG, TCL e ZTE. Essas e outras empresas optaram por diminuir ou cancelar a sua participação no MWC 2020 temendo que o evento, por reunir um grande número de pessoas de várias partes do mundo, favoreça a disseminação do coronavírus entre funcionários e visitantes.

Por ser a maior feira sobre dispositivos móveis do mundo, o Mobile World Congress serve de palco não só para a apresentação de smartphones e afins, como também para a introdução de tecnologias para o segmento. É por isso que a ausência de companhias como Intel, MediaTek e Nvidia, que não lançam smartphones, pode ser bastante sentida.

Há ainda a possibilidade de um efeito cascata: com cada vez mais empresas anunciando a não participação do MWC 2020, outras companhias podem entender que devem seguir pelo mesmo caminho.

Intel

De acordo com o TechCrunch, esta é a lista de companhias que já desistiram de ir ao MWC 2020:

  • Accedian
  • Amazon
  • Amdocs
  • CommScope
  • Dali Wireless
  • Ericsson
  • F5 Networks
  • iconectiv
  • Intel
  • InterDigital
  • LG
  • MediaTek
  • NTT Docomo
  • Nvidia
  • Sony
  • Viber
  • Vivo (fabricante de celulares)

Companhias como TCL e ZTE devem comparecer ao evento, mas com participação reduzida.

Organizadora do MWC, a GSM Association anunciou uma série de medidas para permitir que o evento seja realizado mesmo com todas as preocupações referentes ao coronavírus, como proibir acesso por pessoas que vivem ou estiveram recentemente na província chinesa de Hubei, onde o surto teve início.

Mas parece não ser suficiente, tanto que a GSM Association marcou uma reunião para a próxima sexta-feira (14) para decidir se novas medidas serão anunciadas ou se o MWC 2020 deverá ser cancelado ou adiado. Por ora, o evento segue marcado para a última semana de fevereiro.

Com informações: TechCrunch, El País.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados