WhatsApp lança campanha contra golpes para roubo de conta

WhatsApp publica anúncios na internet, jornais e revistas do Brasil ensinando usuários a não cair em golpes

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos
ícone do aplicativo do WhatsApp no iPhone

O WhatsApp lançou uma campanha educacional no Brasil nesta terça-feira (7): os anúncios estão na internet, jornais e revistas para ensinar usuários a não cair em golpes no aplicativo. Além disso, celebridades como Isis Valverde, Preta Gil e Nathália Dill usarão suas redes sociais para dar dicas de segurança aos seguidores.

“Muitos usuários têm sido alvo de golpes que em alguns casos resultaram na clonagem e roubo de conta”, afirma o WhatsApp em comunicado. Por isso, as peças publicitárias mostram de forma didática:

Famosos ensinam como evitar golpes no WhatsApp

Além disso, celebridades e influenciadores que já foram vítimas de golpe no WhatsApp — tal como o convite falso de festa VIP — usarão seus perfis nas redes sociais para conscientizar os usuários e oferecer sugestões. Isso inclui: não compartilhar o código de ativação; ativar a confirmação em duas etapas; e desconfiar de mensagens e ligações suspeitas.

“Nosso objetivo com essa campanha é mostrar ao usuário do WhatsApp que a empresa está próxima e que ele tem total controle sobre sua conta, reforçando os principais cuidados para protegê-la”, diz Taciana Lopes, líder de Consumer Marketing no Facebook Brasil, em comunicado. “Também colocamos o canal de suporte à disposição, em português, para a resolução dessa questão do roubo das contas.”

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados