Início / Notícias / Telecomunicações /

Exclusivo: novo TIM Beta é lançado com nível Lab+ e franquia para Instagram

Novo TIM Beta tem franquia para YouTube e Instagram mas perde Deezer; categoria Lab+ terá 4G ilimitado de madrugada

Por

Após um longo tempo sem grandes novidades, o TIM Beta foi reformulado: o plano agora passa a ter pacote de internet dedicado a TikTok, Instagram, Netflix e YouTube, além de franquia 4G exclusiva para uso durante a madrugada. No entanto, nem todas as mudanças são boas: o Deezer Premium deixa a modalidade e quem ficar muito tempo sem recarregar será rebaixado para o TIM Pré Top.

Novo TIM Beta continua com até 20 GB de franquia, mas terá bônus na madrugada (Imagem: Reprodução/Site TIM)

Novo TIM Beta continua com até 20 GB de franquia, mas terá bônus na madrugada (Imagem: Reprodução/Site TIM)

Disponível a partir de 16 de dezembro de 2020, o novo TIM Beta não possui mais o modelo de cobrança diário ou semanal, concentrando no formato mensal. O preço continua o mesmo, de R$ 60 por mês. Outra diferença é nas categorias: a Basic deixa de existir, e o usuário já entra diretamente no Beta; ao cumprir os desafios, a linha recebe upgrade para Lab e Lab+.

As franquias de internet permanecem as mesmas, mas há duas grandes novidades:

  • a franquia de apps tem de 4 GB a 8 GB, dependendo da categoria, para uso com Instagram, TikTok, Netflix e YouTube;
  • o Bônus da Madrugada serve para qualquer uso de internet, com 30 GB no plano padrão e dados ilimitados na categoria Lab+.
CategoriaFranquia de internetFranquia de appsBônus da madrugada
Beta10 GB4 GB30 GB
Lab20 GB6 GB60 GB
Lab+20 GB8 GBIlimitado

Outra novidade é que o TIM Beta finalmente passa a contar com ligações ilimitadas para qualquer operadora. No plano anterior, havia a limitação de 600 minutos na categoria Beta e 2.000 minutos no Beta Lab. O plano continua com WhatsApp sem descontar da franquia, além dos apps Babbel, Skeelo e TIM Banca Virtual.

O bônus do C6 Bank continua: quem fizer recargas de R$ 60 ou mais utilizando o banco digital garante mais 4 GB de internet para usar durante o mês.

Como funciona o novo TIM Beta?

A mecânica do TIM Beta recebeu grandes mudanças. A operadora continua apostando na gamificação do plano, mas os detalhes de upgrade para a categoria Lab ou Lab+ ainda não foram revelados.

O ciclo do jogo continua sendo de três meses, mas que agora será iniciado a partir da adesão. A operadora conta que cada categoria terá seus próprios desafios, como assistir vídeos promovidos pela TIM ou ações de engajamento em redes sociais.

Para se manter como Lab ou Lab+ é necessário manter a renovação do plano em dia. Se o cliente contratou o plano no dia 15, por exemplo, ele tem até o dia 20 do mês seguinte para efetuar uma nova recarga de R$ 60; caso contrário, haverá downgrade para a categoria anterior.

A TIM esclarece que os clientes atuais não terão migração automática para o novo TIM Beta. Para isso, é necessário atualizar o aplicativo, que estará disponível na App Store e Google Play a partir de 16 de dezembro. Quem não alterar o plano continuará com o TIM Beta antigo, sem a franquia de aplicativos e sem a possibilidade de mudar para o Beta Lab.

Outra mudança importante é que quem ficar três meses sem recarga sofrerá um downgrade para o TIM Pré Top. Nesse caso, o plano piora consideravelmente: além do pacote de internet menor, o cliente perde a franquia de apps.

Para virar TIM Beta, é necessário receber um convite de um usuário do plano com categoria Lab ou Lab+ ou cumprir o desafio de adesão: o interessado deve utilizar o TIM Pré Top, se cadastrar no aplicativo do TIM Beta e efetuar recargas digitais de R$ 30 ou mais durante quatro meses.

Sem Deezer no novo TIM Beta
Uma ausência importante no novo TIM Beta é o TIM Music by Deezer. O aplicativo de streaming de música era incluso nos planos anteriores e não está presente no portfólio atual.

O Tecnoblog conversou com o João Stricker, head de marketing da TIM. Ele explica que usuários antigos do TIM Beta terão o Deezer garantido por pelo menos seis meses, e que a operadora busca uma forma de colocar o serviço de streaming dentro do plano.

Com isso, apenas planos do pós-pago TIM Black passam a incluir o serviço de streaming. Quem quiser assinar o Deezer Premium separadamente deverá pagar R$ 16,90 por mês.