Notícias Computador

Samsung cria módulo de 512 GB de RAM DDR5

Além de 512 GB de capacidade, novo módulo DDR5 da Samsung tem desempenho de até 7.200 MB/s e tecnologia HKMG

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Nesta quinta-feira (25), a Samsung revelou ter criado o primeiro módulo de memória DDR5 com 512 GB do mercado. A novidade consiste em um módulo do tipo DIMM (RDIMM) e tem entre seus diferenciais um material isolante identificado como HKMG que evita vazamento de corrente elétrica.

Módulo DDR5 de 512 GB (imagem: divulgação/Samsung)

Módulo DDR5 de 512 GB (imagem: divulgação/Samsung)

HKMG é a sigla para High-K Metal Gate. A tecnologia já havia sido empregada pela Samsung em módulos GDDR6 para placas de vídeo. Ao levar o material para o novo módulo DDR5, a companhia sinaliza para a possibilidade de o HKMG se tornar padrão em memórias RAM de alto desempenho.

O que o HKMG faz? À medida que os componentes das memórias RAM ficam mais miniaturizados para suportar mais dados, a camada de isolamento feita de silício também fica menor e, consequentemente, perde eficiência na tarefa de evitar fuga de corrente elétrica. O HKMG aparece como um substituto por consistir em uma combinação de metais e outros materiais que atua como um isolante mais estável.

Para chegar ao total de 512 GB de RAM, a Samsung empilhou oito camadas de 16 gigabits em cada chip DRAM do módulo. São 40 chips no total, todos conectados por meio da técnica Through-Silicon-Via (TSV).

Isso faz o módulo ter 640 GB, na verdade. A Samsung não comenta, mas, presumivelmente, a capacidade adicional deve corresponder a uma redundância destinada ao mecanismo para correção de erros da memória (ECC, na sigla em inglês).

Tem mais. A Samsung afirma que, graças ao HKMG e outros aprimoramentos, conseguiu fazer o novo módulo consumir até 13% menos energia (aparentemente, em comparação com as memórias DDR5 já disponíveis no mercado). Além disso, a novidade alcança desempenho de até 7.200 MB/s (megabytes por segundo), o dobro do que memórias DDR4 atingem.

Mas, não, o módulo DDR5 de 512 GB da Samsung não vai ajudar nenhum PC gamer a rodar Crysis. A novidade foi desenvolvida com foco em datacenters, inteligência artificial, aprendizagem de máquina e outras aplicações sofisticadas.

Unidades de teste já estão sendo enviadas pela Samsung a empresas parceiras para avaliação. A companhia espera que o novo módulo já esteja certificado quando servidores baseados em memórias DDR5 ganharem força no mercado.

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado Infowester.

Relacionados

Em destaque