Este app diz se seu PC roda Windows 11, e é melhor que o da Microsoft

Após confusões sobre compatibilidade do Windows 11, a Microsoft está suspendendo o download do PC Health Check, mas há uma alternativa

Ana Marques
Por
• Atualizado há 2 anos
PC rodando Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)
PC rodando Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

A Microsoft admitiu que sua ferramenta para diagnóstico de compatibilidade com o Windows 11 está mal ajustada. Por esse motivo, a empresa está suspendendo o download do aplicativo PC Health Check até que uma versão mais esclarecedora possa realmente ajudar os usuários. Em contrapartida, há um software desenvolvido por terceiros que se mostrou mais eficiente nesta missão: o WhyNotWin11.

O aplicativo de código aberto consegue proporcionar aos usuários informações mais detalhadas sobre o motivo pelo qual seu PC não é compatível com o novo sistema operacional, e de uma forma bem simples.

Na prática, o que o WhyNotWin11 faz é listar todos os requisitos mínimos exigidos pela Microsoft e dizer qual deles não está sendo atendido pela sua máquina.

A resposta consegue ser mais esclarecedora do que a própria atualização do PC Health Check, que só conseguiu fornecer mais informações para quem tinha problemas com o TPM 2.0.

WhyNotWin11 dá mais informações sobre incompatibilidade do Windows 11

WhyNotWin11 dá mais informações sobre incompatibilidade do Windows 11 (Imagem: Reprodução)

Com o WhyNotWin11, é possível, por exemplo, entender melhor quais requisitos da CPU não passam no teste — algo que estava obscuro com o app da Microsoft. Você pode fazer o download da ferramenta neste link.

Vale ressaltar ainda que apesar de o link de download do PC Health Check ter sido removido do site americano, o programa ainda está disponível na página em português do Brasil da Microsoft.

A compatibilidade do Windows 11 ainda é uma incógnita

Como reportamos previamente aqui, no Tecnoblog, em tese, o Windows 11 não poderá rodar em processadores AMD e Intel lançados antes de 2017, tendo como base os requisitos apresentados pela Microsoft.

Entretanto, a prévia do sistema operacional no programa Windows Insider poderá funcionar mesmo em dispositivos que não cumprem as especificações mínimas requeridas — sugerindo que ainda há chances de que a lista de processadores suportados pelo Windows 11 seja expandida.

Vale lembrar ainda que a limitação por conta do módulo de segurança TPM 2.0 também pode ser resolvida com um truque — o que já funciona na prévia divulgada pela Microsoft nesta segunda-feira (28). Saiba como contornar o problema nesse artigo.

Com informações: Bleeping Computer.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ana Marques

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e cobre o universo de eletrônicos de consumo desde 2016. Já participou de eventos nacionais e internacionais da indústria de tecnologia a convite de empresas como Samsung, Motorola, LG e Xiaomi. Analisou celulares, tablets, fones de ouvido, notebooks e wearables, entre outros dispositivos. Ana entrou no Tecnoblog em 2020, como repórter, foi editora-assistente de Notícias e, em 2022, passou a integrar o time de estratégia do site, como Gerente de Conteúdo. Escreveu a coluna "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Trabalhou no TechTudo e no hub de conteúdo do Zoom/Buscapé.

Relacionados