Início / Notícias / Celular /

OnePlus 9 Pro reduz velocidade para rodar Chrome, WhatsApp e Instagram

Mecanismo pode reduzir o desempenho de alguns apps no OnePlus 9 Pro; celular tem ficha técnica avançada com Snapdragon 888

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O OnePlus 9 Pro é um celular que traz especificações de ponta, como o processador Qualcomm Snapdragon 888. Ainda assim, o novo smartphone da OnePlus reduz a velocidade ao executar aplicativos como o Google Chrome, Instagram, WhatsApp, entre outros. É o que mostra um teste realizado pelo AnandTech nesta terça-feira (6).

OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

A experiência parte de testes de benchmark feitos pelo site. O AnandTech explicou que, durante a análise, alguns aplicativos populares não conseguiram utilizar todo o poder de fogo do celular. Seria o caso do navegador Google Chrome, por exemplo.

Inicialmente, o site notou que o Google Chrome apresenta resultados inesperados para dispositivos com o mesmo processador. Neste caso, no teste Speedometer 2.0, o primeiro aplicativo alcançou 61,5 pontos. Em comparação, o Vivaldi teve 107 pontos.

Ainda assim, a observação não fica restrita somente à pontuação. Durante os testes, o Chrome só teve acesso aos núcleos Cortex-A55, dedicados às tarefas “mais leves” do dia a dia. O Vivaldi, por sua vez, chegou a utilizar o Cortex-X1. Porém, ao abrir e fechá-lo, o segundo navegador só conseguiu utilizar os recursos mais poderosos novamente depois de ser reinstalado.

Após esta análise, rastros de uma trava que impede o uso total do processamento foram encontradas no interior do sistema. Aparentemente, o mecanismo entra em ação ao executar um aplicativo que faça parte de uma espécie de “lista de bloqueio”, que o site não conseguiu encontrar. Em outras palavras: é possível que o OnePlus 9 Pro esteja restringindo a perfomance reduzida ao detectar a abertura de aplicativos específicos.

Os resultados com mais detalhes da publicação são relacionados ao Google Chrome e ao Twitter. Mas o site chegou a testar outros aplicativos que também foram afetados pela trava, como o Instagram, WhatsApp e até mesmo apps da própria OnePlus.

O AnandTech ainda afirma que o mecanismo se aplica a “praticamente tudo o que tem algum nível de popularidade na Play Store”. Por outro lado, há algumas exceções, como testes de benchmark e apps menos populares, como a Lyft, que compete com a Uber. Alguns jogos, como o Genshin Impact, também não foram limitados durante a análise.

OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

Por que o OnePlus 9 Pro reduz a velocidade dos apps?

Ainda não está claro o motivo para a redução de performance em alguns apps. Mas a publicação sugere que o mecanismo pode servir para melhorar o consumo de energia e a prolongar a vida útil do telefone. Este comportamento, porém, tende a manter os resultados de benchmark e a experiência do usuário desalinhados, segundo o site.

Mesmo assim, é preciso considerar que esta limitação possivelmente não afeta a experiência no cotidiano, isto se não passar desapercebida. O site conta que o smartphone ainda apresenta um desempenho responsivo no dia a dia. Além disso, não há comentários em relação à problemas de perfomance do celular até o momento.

O AnandTech também informa que os testes foram executados no firmware de versão 11.2.6.6 e que não foi possível confirmar se o mecanismo também aparece em outros celulares da OnePlus.

Câmera do OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

Câmera do OnePlus 9 Pro (Imagem: Divulgação/OnePlus)

OnePlus 9 Pro traz Snapdragon 888 em seu interior

O OnePlus 9 Pro compõe a nova safra de celulares da OnePlus. O telefone foi revelado ao público no final de março com o processador Qualcomm Snapdragon 888, o mesmo da linha Samsung Galaxy S21 dos Estados Unidos, em seu interior. Além disso, o smartphone está disponível em edições com até 12 GB de RAM.

Demais destaques ficam pela tela de 120 Hz. Na parte de trás, o conjunto fotográfico foi preparado em parceria com a Hasselblad e tem câmera principal de 48 megapixels. O smartphone ainda conta com uma bateria de 4.500 mAh e Android 11 de fábrica.

Na época, a opção com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento chegou às lojas dos Estados Unidos por US$ 969 (cerca de R$ 5.035 em conversão direta). Já o modelo com 12 GB de RAM e 256 GB de espaço desembarcou no país por US$ 1.069 (R$ 5.555). Não há previsão de lançamento do OnePlus 9 Pro no Brasil.

Com informações: AnandTech