Início / Notícias / Aplicativos e Software /

App Fotos do Windows 11 tem novo design revelado pela Microsoft

Aplicativo Fotos vai aderir elementos do novo sistema operacional; Windows 11 será disponibilizado a todos a partir de outubro

Bruno Gall De Blasi

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Windows 11 chegará aos usuários com mudanças no app Fotos. Nesta terça-feira (7), o diretor de produto da Microsoft, Panos Panay, revelou um vídeo com detalhes do aplicativo para o sistema operacional, que terá o design renovado. A atualização ainda não está disponível na prévia do sucessor do Windows 10, mas chegará em breve.

App Fotos do Windows 11 terá mudanças no visual (Imagem: Windows/Unsplash)
App Fotos do Windows 11 terá mudanças no visual (Imagem: Windows/Unsplash)

O teaser oferece uma visualização rápida sobre as novidades do programa. Além de aderir aos elementos do Windows 11, como as janelas com cantos arredondados, o app tem controles menores e garante acesso rápido ao painel Informações. Também será possível visualizar múltiplas imagens simultaneamente na mesma instância.

Este é mais um aplicativo com novidades no visual. Em agosto, o executivo apresentou a nova versão do Paint, que conta com modo escuro (dark mode) e novos menus. O programas para gerenciar e-mails, calendários, para fazer capturas de tela e a calculadora também trazem novidades na nova versão do sistema operacional. 

App Fotos para Windows 11 (Imagem: Reprodução/Windows Central)
App Fotos para Windows 11 (Imagem: Reprodução/Windows Central)

Windows 11 chegará aos usuários a partir de outubro

Falta pouco para o Windows 11 chegar a todos. No fim de agosto, a Microsoft anunciou que o sistema operacional será liberado ao público a partir de outubro. O software estará disponível em forma de atualização gratuita a quem possui um computador elegível com Windows 10. Também será possível obtê-lo ao adquirir um PC novo.

Para ter acesso ao sistema, é preciso atender a alguns requisitos mínimos. É o caso do módulo de segurança TPM 2.0 e processadores de 1 GHz ou superior com dois ou mais núcleos que sejam compatíveis. O software também requer 4 GB de RAM ou mais, a partir de 64 GB de espaço, tela com resolução HD, entre outros recursos.

Caso o computador não seja compatível com o Windows 11, a Microsoft recomenda o uso do Windows 10. “Iremos oferecer suporte ao Windows 10 até 14 de outubro de 2025 e recentemente anunciamos que a próxima atualização de recurso do Windows 10 virá ainda este ano”, afirmaram em um comunicado em 31 de agosto.

Com informações: MSPowerUserPanos Panay (Twitter) e Windows Central