Início / Notícias / Negócios /

YouTube vai ser mantido no Roku após acordo com Google

Briga entre Google e Roku tem trégua e empresas fazem acordo para manter o YouTube e restaurar o YouTube TV para assinantes e novos membros do streaming

Por

A Roku chegou a um acordo com o Google nesta quarta-feira (8) para manter o aplicativo do YouTube ativo na plataforma. A briga entre as marcas levou à remoção do YouTube TV do catálogo em abril e, em outubro, o Google prometeu retirar o YouTube do streaming em dezembro, após o fracasso nas negociações para manter o app no ar. Antes, a Roku acusava a dona do buscador de querer privilégios no contrato, como acesso a dados de clientes.

Roku Express (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Roku conseguiu acordo com o Google para manter YouTube e restaurar YouTube TV ao streaming (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Google havia prometido retirar YouTube da Roku amanhã

Os termos do novo acordo da Roku com o Google não foram divulgados ao público. Mas ele chega no momento certo: o contrato anterior entre as empresas terminaria nesta quinta-feira, após o fracasso na tentativa de renegociação em outubro. Com a falta de consenso, o Google afirmou na época que iria retirar o YouTube do streaming.

A disputa entre Google e Roku, é de longa data. Em abril, o serviço de streaming baniu o aplicativo do YouTube TV de sua plataforma, alegando que os termos de distribuição do YouTube eram anticompetitivos.

Usuários recorreram ao app do YouTube para acessar o YouTube TV em seus dispositivos Roku, algo que estaria prestes a acabar.

Roku e YouTube celebram novo acordo

Em nota ao Tecnoblog, um porta-voz da Roku celebrou o acordo com o Google:

A partir de hoje, Roku e Google acertaram uma extensão contratual para o YouTube. Este acordo traz importantes benefícios para os clientes de ambos e garante a continuidade do YouTube na plataforma Roku.

à Variety, um representante do YouTube disse:

Estamos muito felizes de que chegamos a um acordo com o Roku para continuar a distribuir os aplicativos do YouTube e do YouTube TV em dispositivos da Roku. Isso significa que os clientes do streaming continuarão a ter acesso ao YouTube, e que o YouTube TV voltará ao catálogo da loja da Roku tanto para atuais assinantes quanto para novos membros da Roku. Estamos felizes de ter uma parceria que beneficia usuários mútuos das empresas.

Roku dizia que Google queria acesso a dados de usuários

Em uma nota divulgada em outubro, a Roku alegou que o Google queria um tratamento privilegiado. O acordo imposto pela dona do buscador previa alteração nos resultados da pesquisa e acesso a dados dos usuários do streaming — permissão que nenhuma outra empresa possui, segundo a Roku.

O Google rebateu as acusações e disse que elas eram “improdutivas e não se baseavam em fatos concretos”. A companhia reiterou que apenas buscava a renovação do contrato com o streaming.

A remoção do YouTube do Roku teria sérios impactos no serviço: a plataforma do Google é o segundo app mais utilizado em dispositivos de TV. De acordo com o analista Rich Greenfield, da consultoria digital LightShed, consumidores gastam mais tempo navegando na rede social de vídeos do que em outros programas.