“Robô do Pix” promete rendimento fixo com criptomoeda no Brasil, mas é golpe

Empresa que oferece robô de investimentos em criptomoedas possui endereço falso e opera em formato de pirâmide financeira

Bruno Ignacio
Por

Um suposto esquema de investimentos automatizados em criptomoedas chamado “Robô do Pix” surgiu recentemente no Brasil, mas uma análise mais meticulosa indica que se trata de um sistema reinventado de pirâmide financeira. Os alertas começam na consulta do CNPJ da empresa e se estendem para promessas de rendimentos garantidos e para a tentativa de convencer o usuário a “convidar amigos” para sustentar o golpe.

Roubo de criptomoedas (Imagem: Marco Verch/Flickr)
Golpe com criptomoedas (Imagem: Marco Verch/Flickr)

Desmascarado inicialmente pelo Livecoins, o Robô do Pix promete investir automaticamente, usando inteligência artificial, em criptomoedas variadas não especificadas, comprando na baixa e vendendo na alta. Os investidores são pagos com diretamente com Pix.

Como funciona o Robô do Pix?

Conforme explicado em um PDF obtido pelo Livecoins e que vem circulando em grupos de investimentos, no WhatsApp e nas redes sociais, o produto pertence à empresa de tecnologia inteligente DATA IA: “marca Internacional N° 1 de inteligência artificial no mercado brasileiro, há 8 anos no exterior”, de acordo com o documento.

O robô opera em níveis do zero ao cinco. O mais baixo é uma amostra gratuita para o investidor interessado, prometendo um rendimento de US$ 5 no final do período. A empresa explica ainda que “cada tipo de robô está equipado com um poderoso servidor independente para executar dados de computação”. Na prática, o usuário só precisaria entrar frequentemente no app para verificar o estado da conta, sacar dinheiro, e investir.

Preços de cada nível do "Robô do Pix" (Imagem: Reprodução)
Preços de cada nível do “Robô do Pix” (Imagem: Reprodução)

A validade de cada robô contratado é de trinta dias. No entanto, para os produtos de nível um para cima, duas cobranças são feitas. A primeira é referente ao aluguel do robô, cobrado mensalmente, enquanto a segunda seria um pagamento único chamado “preço de ativação”, uma espécie de investimento inicial pago na stablecoin USDT (criptomoeda lastreada no dólar).

Rendimentos prometidos pelo "Robô do Pix" (Imagem: Reprodução)
Rendimentos prometidos pelo “Robô do Pix” (Imagem: Reprodução)

O produto mais caro, o robô de nível cinco, custa US$ 500 e requer outros US$ 10.500 para a ativação. Nesse caso, o lucro mensal prometido seria de até R$ 33,7 mil. Até parece tentador, mas múltiplos alertas indicam que o Robô do Pix é um esquema de pirâmide reinventado, mascarado por explicações tecnológicas complexas.

CNPJ da empresa é recente e contém endereço falso

Em uma primeira checagem sobre o CNPJ que consta no documento explicativo do Robô do Pix, já identificamos vários problemas. O primeiro é que o endereço da DATA IA é falso e do mesmo prédio onde fica o Consulado da Finlândia na cidade de São Paulo. Além disso, sua principal atividade seria “Instalação e Manutenção Elétrica”. Por fim, a “marca Internacional N° 1 de inteligência artificial no mercado brasileiro” só existe desde outubro de 2021, com capital social de R$ 70 mil.

Consulta do CNPJ da DATA IA (Imagem: Reprodução/ Redesim)
Consulta do CNPJ da DATA IA (Imagem: Reprodução/ Redesim)

O endereço na Alameda Ministro Rocha Azevedo, n.º 38, no bairro Bela Vista de São Paulo, é um prédio comercial. O Livecoins entrou em contato com o Edifício Ciragan Offices e confirmou que a empresa nunca existiu naquele local. O Tecnoblog tentou contato com o telefone que consta no registro do CNPJ, mas o número está indisponível.

Robô do Pix possui sistema de pirâmide

Para além dos problemas com o CNPJ da empresa, o Robô do Pix incentiva os investidores a atuarem em grupos para aumentarem seus próprios rendimentos. Nos exemplos fornecidos no documento explicativo do produto, um investidor pode convidar outras pessoas para serem seus “subordinados”. Os convidados podem chamar então mais investidores, e assim por diante.

Robô do Pix opera em formato de pirâmide (Imagem: Reprodução)
Robô do Pix opera em formato de pirâmide (Imagem: Reprodução)

O investidor original ganha diversas recompensas com base na quantidade de pessoas formadas em sua rede. Ele recebe percentuais sobre os lucros de seus subordinados e de todos que eles também convidaram para o esquema. Além disso, o indivíduo A no topo da pirâmide (como indicado na imagem acima) recebe mais robôs conforme chama investidores para o esquema.

Esse é o clássico funcionamento de uma pirâmide financeira, ou esquema Ponzi, no qual o topo concentra os rendimentos que são pagos a partir dos depósitos de novos investidores. Na prática, o sistema é fadado a eventualmente colapsar, deixando todos os níveis mais baixos no prejuízo.

Com informações: Livecoins

Relacionados

Relacionados