Início / Notícias / Finanças /

Valores a receber: BC abre novo cronograma de saques nesta segunda (28)

Banco Central abre novo cronograma de agendamento de saque do Sistema Valores a Receber (SVR); conta gov.br nível prata ou ouro é necessária

Pedro Knoth

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Banco Central (BC) liberou nesta segunda-feira (28) a segunda etapa do resgate de valores a receber para todos os cidadãos brasileiros e empresas. Quem esqueceu de sacar o dinheiro retido em bancos ou instituições financeiras antes das novas datas está livre para programar a retirada a partir de hoje, seguindo o novo calendário do BC que vai de 28 de março até 17 de abril.

Notas de real (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Notas de real (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O site do Sistema Valores a Receber (SVR), o valoresareceber.bcb.gov.br, que substituiu uma função do Registrato, está aberto para a consulta de dinheiro esquecido em bancos desde o dia 14 de fevereiro.

Em março, o BC divulgou seu primeiro cronograma para agendamento de saques. O SVR já esteve aberto para o agendamento de saque de pessoas nascidas ou empresas criadas antes de 1968, entre 1968 e 1983, e após 1983.

O novo calendário do BC começa nesta semana com o saque de valores a receber para pessoas físicas ou jurídicas com mais de 75 anos, que devem realizar sua consulta e agendamento de saque nesta segunda-feira. Confira a segunda etapa do cronograma:

SegTerQuaQuiSexSábDom
28/03
até 1947
29
1948 a 1954
30
1955
a 1959
31
1960
a 1963
01/04
1964
1967
2
Repescagem
3
Fechado
4
1968
a 1971
5
1972
a 1975
6
1976
a 1979
7
1980
a 1981
8
1982 a 1983
9
Repescagem
10
Fechado
11
1984
a 1985
12
1986
a 1988
13
1989
a 1992
14
1993
a 1997
15
1998
em diante
16
Repescagem
17
Fechado

Os correntistas não ficam mais restritos a um limite de horas no dia, e podem agendar o saque a qualquer horário, o que antes não era possível.

Se nenhum valor aparecer para você, não se preocupe: o BC vai inaugurar outra etapa para retirar o dinheiro esquecido em bancos em maio, quando o cidadão poderá realizar uma nova consulta no sistema. O resgate do valor pode ser feito por meio de Pix, em que a transação é instantânea; ou por transferência DOC / TED, em que o depósito é feito na conta do cliente em até 12 dias.

A segunda oportunidade para saques vai começar em 2 de maio, quando o BC um segundo lote de valores a receber de bancos chega ao SVR. O cliente que não viu dinheiro esquecido em bancos entre fevereiro e abril pode voltar ao sistema do BC no mês que vem.

“O sistema contará com informações novas repassadas pelas instituições financeiras. Ou seja, mesmo quem já resgatou seus recursos e quem não tinha valores a receber na primeira etapa deve consultar novamente o sistema, pois os dados serão atualizados e pode haver recurso novo.”

– Banco Central, em comunicado ao G1

A partir de maio, o BC avisa que não será mais necessário realizar agendar a consulta e o saque no SVR. Já com o primeiro acesso ao sistema, será possível resgatar o dinheiro.

Conta Gov.br prata ou ouro é necessária para usar SVR

Para sacar o valor a receber, o usuário deve:

  1. entrar no site do BC e inserir seu CPF e CNPJ;
  2. fazer login na conta Gov.br;
  3. confirmar o valor a receber, o banco de origem e o motivo do resgate;
  4. clicar nos botões de “Solicitar por aqui” ou “Solicitar via instituição” para sacar o dinheiro via Pix.

Para cumprir com o segundo passo e fazer o saque, é necessário ter um perfil nível prata ou ouro na plataforma Gov.br. O Tecnoblog tem dicas de como subir de ranking.

A conta Gov.br nível prata ou ouro é necessária por uma medida de segurança, de acordo com o Banco Central. Os rankings da plataforma estão ligados às ferramentas de autenticação de perfil, inclusive para ajudar a prevenir fraudes, como golpes no SVR.

Até a última quinta-feira (24), o BC contabilizou 2,85 milhões de pessoas físicas e pessoas jurídicas que solicitaram o resgate de valores a receber, totalizando saques no valor de mais de R$ 245 milhões.