WhatsApp deixará usar a conta em dois celulares, mas com uma limitação

WhatsApp tende a permitir o uso de um único número em até dois aparelhos ao mesmo tempo; atualização ainda está em desenvolvimento

Bruno Gall De Blasi
Por

Diferentemente do Telegram, o WhatsApp só permite usar a conta em apenas um celular. A equipe do mensageiro da Meta, por outro lado, está trabalhando em uma atualização para liberar o uso de um único número de telefone em dois smartphones simultaneamente. Mesmo assim, os usuários podem ter uma limitação bem incômoda, caso tenham mais de uma conta cadastrada no mensageiro.

WhatsApp avança no desenvolvimento do recurso para usar a conta em dois celulares (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)
WhatsApp avança no desenvolvimento do recurso para usar a conta em dois celulares (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

As informações partiram do WABetaInfo. Neste sábado (7), o site encontrou mais um rastro da atualização que está em desenvolvimento desde o ano passado, conhecida como modo Companion. Caso não esteja a par, a equipe do mensageiro está preparando uma opção para usar o mesmo número em até dois celulares ao mesmo tempo, o que daria mais liberdade a quem utiliza mais de um aparelho.

O problema é que o recurso, ao que tudo indica, vai restringir o uso de uma segunda conta no celular. É o que mostra uma imagem da tela que tende a aparecer ao vincular o número de telefone em outro aparelho:

“O modo Companion permite que você vincule este aparelho a uma conta WhatsApp cadastrada no seu celular. Mudar para o modo Companion fará o logout da sua conta WhatsApp atual”, diz o aviso que aparecerá no celular secundário caso já tenha um número de telefone registrado. “Esta operação apagará todos os dados do WhatsApp armazenados localmente, incluindo suas mensagens e mídia.”

Isto significa que, se não houver alterações até o lançamento da função, o usuário só poderá utilizar um único número por smartphone. Assim, se você separa as suas linhas pessoais e de trabalho em dois aparelhos diferentes, por exemplo, o mensageiro não vai permitir o uso do seu número para conversas com amigos, família e afins no celular corporativo. Em outras palavras: a conta do WhatsApp será deslogada do celular secundário ao usar o modo Companion.

Do outro lado, esta atualização vai beneficiar usuários de tablets. O site especializado observa que, com a mudança, será possível acessar a conta em um tablet Android e, futuramente, com o aguardado app para iPad. A vantagem também fica para quem possui um smartphone mais barato para usar na rua e deixa o principal em casa.

WhatsApp aparentemente não vai deixar usar mais de uma conta em um único celular (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)
WhatsApp aparentemente não vai deixar usar mais de uma conta em um único celular (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Restrição do WhatsApp é um balde de água fria

A expansão da arquitetura multiplataforma é notícia para lá de boa. Logo assim que surgiu o primeiro rumor, comemorei. Afinal, separo minha vida pessoal e profissional em dois aparelhos para não misturá-las. E eu sonho em ter acesso ao WhatsApp para falar com amigos e família no celular do trabalho em casos de emergência.

Ainda assim, a Meta pretende trazer uma restrição que não faz sentido. Para se ter ideia, o Telegram oferece suporte a mais de uma conta no mesmo app. Além disso, se eu quiser, posso usar o meu número de telefone em mais de dois aparelhos – e sem problemas de sincronização, como acontece com o WhatsApp Web atualmente.

O vazamento deste fim de semana joga um balde de água fria em vários usuários. Afinal, de que adianta liberar o uso da linha em dois celulares simultaneamente se você, possivelmente, vai ter que abrir mão de uma delas? Pelo visto, só vai valer a pena caso você realmente só tenha um número de telefone, mas fique alternando entre aparelhos diferentes no dia a dia.

Felizmente, o recurso segue em desenvolvimento – ou seja, não está disponível nem no WhatsApp Beta – e a Meta poderá alterar isso com o tempo. Mas, conhecendo o histórico do mensageiro, é provável que a atualização seja liberada com esta restrição.

Com informações: WABetaInfo

Relacionados

Relacionados