Chamadas do Google Meet ganham transcrição no Docs para você não se preocupar com a ata

Ferramenta já está disponível; outras línguas serão adicionadas a partir de 2023, abrindo o leque para os participantes gradualmente

Ricardo Syozi
Por

Durante o evento Google Cloud Next ’22, que ocorreu na terça-feira (11), a empresa anunciou uma novidade que juntará dois de seus aplicativos. Assim, os usuários já podem transcrever reuniões inteiras do Meet através do Docs, criando um documento com o conteúdo das conversas e apresentações. Mesmo animador, essa opção ainda não está disponível para todo mundo.

Google Meet
Google Meet (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Segundo o Google, o novo recurso faz a transcrição de toda a videochamada para um arquivo do Docs, que é salvo na pasta de “Meet recordings” no Google Drive do dono. Para encontros com menos de 200 pessoas, o usuário que iniciou a gravação de texto receberá um link via e-mail do documento após o encerramento.

Em situações com mais de 200 convidados, a transcrição será realizada, mas só será compartilhada com o anfitrião, coanfitriões e organizadores. Para algo recorrente, tudo ficará adicionado no calendário do indivíduo.

A possibilidade dessa nova ferramenta é algo bem-vindo, sem dúvida, pois auxilia quem perdeu o encontro ou simplesmente quer lembrar do que foi dito. Funciona como uma ata, que pode ser usada para posterioridade. No entanto, essa novidade só é oferecida em inglês, e sua disponibilidade está presa ao uso de desktop.

Por enquanto, a funcionalidade está disponível para membros dos planos Google Workspace Business Standard, Business Plus, Enterprise Starter, Enterprise Standard, Enterprise Plus, Education Plus e clientes de Teaching and Learning Upgrade.

Assim sendo, o recurso de transcrição de Google Meet para Docs não está liberado para usuários do Google Workspace Essentials, Business Starter, Education Standard, Enterprise Essentials, Education Fundamentals, Edição Frontline, Google for Nonprofits, contas pessoais do Google e clientes da versão legacy do G Suite Basic e Business.

Google Meet continua querendo inovar

Com o propósito de superar a confusão das mudanças de nomenclaturas em seus serviços, o Google está querendo entregar o máximo de opções para sua base instalada.

Além da novidade com as transcrições, o Meet passará a permitir o compartilhamento de Spotify e YouTube durante os encontros por vídeo.

O mais bacaninha disso é que o app terá não apenas música e vídeo, mas também games como alternativas para compartilhar com os participantes da videochamada.

Por fim, vale lembrar que o modo Companion chegou ao Meet em 2022. Ele permite duas telas simultâneas para facilitar a interação entre os convidados de reuniões híbridas.

Com informações: Google.

Relacionados

Relacionados