Android 13 Go ganha Material You, mas agora exige celulares com 2 GB de RAM

Personalização de cores da interface pelo Material You chega aos celulares mais simples; Google aumenta requisitos mínimos para rodar o Android 13 Go

Bruno Gall De Blasi
Por

Android 13 Go, enfim, foi anunciado pelo Google nesta quarta-feira (19). A atualização manteve o foco em celulares com ficha técnica de entrada e recebeu o Material You, para personalizar as cores da interface. A atualização, porém, requer mais desempenho do que as gerações anteriores do sistema operacional mais leve.

Android 13
Android 13 (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O update confere mais poder de personalização ao sistema operacional. Assim como a edição completa do Android 13, os usuários da edição Go poderão aproveitar os benefícios do Material You. Caso não conheça, o recurso personaliza as cores da interface conforme o papel de parede escolhido na tela inicial.

“Ao definir sua imagem de papel de parede, você verá quatro esquemas de cores correspondentes para escolher”, anunciaram em uma publicação no blog do Google. “Além de criar uma bela tela inicial, a coloração dinâmica realmente ajuda a tornar seu smartphone único para você.”

Android 13 Go traz melhorias em atualizações

O Android 13 Go ainda vai otimizar as atualizações de software. Com a nova versão, os usuários terão acesso aos updates de sistema do Google Play para dispositivos Go. Segundo o Google, isso ajuda a garantir que os smartphones recebam updates importantes regularmente, fora da versão principal do Android.

“Isso tornará a entrega de atualizações críticas rápida e simples, sem comprometer a disponibilidade de armazenamento no dispositivo”, explicaram. “O resultado é um telefone que se mantém atualizado ao longo do tempo – e você não precisa esperar pelo próximo lançamento ou por um push de software do fabricante do seu telefone para ter o melhor e mais recente.”

Android 13 Go é anunciado pelo Google (Imagem: Divulgação/Google)
Android 13 Go é anunciado pelo Google (Imagem: Divulgação/Google)

Outras novidades giram em torno do incremento nas configurações do celular. Assim como no Android 13 completo, a versão Go vai solicitar permissão para emitir notificações no celular. Os smartphones também vão ganhar a acesso ao Discover para acessar notícias e outras informações importantes na tela inicial.

Google aumenta RAM mínima para usar Android Go

Android Go é destinado a celulares mais simples. O programa foi lançado em 2017 justamente para garantir um desempenho melhor em celulares de baixo custo. E todo o empenho está dando certo: segundo o Google, 250 milhões de dispositivos são ativados mensalmente com a versão mais leve do sistema operacional.

O problema é que o seu celular, possivelmente, não terá direito à nova geração do sistema: o Google aumentou os requisitos mínimos de hardware. Assim, para rodar o Android 13 Go, é preciso que o celular tenha 2 GB de RAM ou mais. Antes, o Google exigia pelo menos 1 GB de memória para rodar a versão Go do Android 11 e 12.

Com informações: Android Police, Google (1 e 2) e The Verge

Relacionados

Relacionados