Homologado no Brasil, DualSense Edge poderá ser lançado junto dos EUA

Controle feito para quem gosta de customização e respostas próximas da perfeição ainda não tem preço no Brasil, mas poderá ser lançado junto dos EUA

Ricardo Syozi Everton Favretto
Por e

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizou a homologação do controle de alto desempenho do PlayStation 5 no Brasil. Com o lançamento oficial marcado para o dia 26 de janeiro de 2023, o DualSense Edge poderá chegar ao nosso país na mesma data que nos Estados Unidos. Mesmo com o preço alto, o gadget já inicia o ano como um dos destaques do console da empresa japonesa.

DualSense Edge PS5
DualSense Edge para PS5 (Imagem: Divulgação / Sony)

A certificação foi emitida no dia 22 de dezembro de 2022 e é válida até 16 de dezembro de 2024. Ela foi solicitada pela Sony Interactive Entertainment do Brasil. Dessa forma, o DualSense Edge recebeu o código de produto CFI-ZCP1. Isso quer dizer que a partir dessa data, a companhia já pode comercializar o produto em todo o território nacional.

Vale apontar que na documentação da Anatel não há confirmação sobre a fabricação do joystick, se vai ocorrer ou não no Brasil.

Seja como for, os donos de PlayStation 5 já podem se animar, pois tudo indica que não levará muito tempo para que o controle apareça nas lojas. A principal dúvida é o seu preço por aqui, pois nos Estados Unidos ele custará US$ 199,99 (a partir de R$ 1.050). Infelizmente, não é sempre que a conversão direta acaba ocorrendo.

YouTube video

Controle customizável, mas com pouca bateria

A Sony afirma que projetou o DualSense Edge para jogadores competitivos, que buscam o nível máximo de desempenho e personalização. Assim, há botões extras na parte traseira do gadget para o mapeamento de funções e conjuntos substituíveis de direcionais analógicos.

Outra característica que chama a atenção é o remapeamento de botões através de um software. O jogador poderá definir o que cada opção fará em seus principais jogos. Também será possível salvar perfis para não precisar refazer tudo sempre que iniciar uma jogatina.

É claro que as funções padrão do controle do PlayStation 5 serão mantidas, como os gatilhos adaptáveis e o touchpad frontal. Por outro lado, isso quer dizer que a bateria também será a mesma.

Como o DualSense Edge oferecerá mais recursos do que o modelo comum, é de se esperar que a energia interna dure menos. Isso foi confirmado pela empresa japonesa, algo que chega a ser desanimador. Se pensarmos que a bateria já não dura muito na versão original do joystick (cerca de 10 horas), então se prepare para usar bastante o cabo USB-C durante as jogatinas.

Você pretende adquirir esse acessório? Acredita que as funções valem o preço salgado?

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Everton Favretto

Assistente de Conteúdo

Everton Favretto é bacharel em Tecnologias Digitais pela UCS e caça homologações da Anatel para o Tecnoblog. Gosta de telefones (velhos e novos) e está sempre pronto para falar de aviões. Consegue identificar um modelo de 737 olhando para a fotografia dele e tem um Raspberry Pi Zero W na sacada só para rastrear as aeronaves por ADS-B.

Relacionados

Relacionados