Apple libera atualização Rapid Secure Response pela primeira vez ao público

Novidade traz correções de segurança entre grandes atualizações de sistema operacional; donos de iPhone, iPad e Mac podem receber o conteúdo nos próximos dias

Ricardo Syozi
Por
O Rapid Security Response Update (Imagem: Reprodução / Internet)

A Apple disponibilizou para o público pela primeira vez o chamado Rapid Secure Response (RSR) na segunda-feira (1). Donos de gadgets da companhia já podem fazer o download do update. Ele foi criado para fornecer aos usuários de iOS e macOS correções de segurança sem a necessidade de instalar uma atualização de software completa.

A atualização está chegando aos poucos para usuários com iOS 16.4.1 e macOS 13.3.1, ela tem cerca de 80 MB. Segundo a Apple, a novidade está sendo liberada aos poucos durante as próximas 48 horas, ou seja, nem todo mundo terá o update de cara.

A dona do iPhone define o Rapid Security Response dessa forma:

Eles são um novo tipo de lançamento de software para iPhone, iPad e Mac. Oferecem importantes melhorias de segurança entre as atualizações de software, como, por exemplo: melhorias no navegador Safari, na pilha de estrutura WebKit ou em outras bibliotecas críticas do sistema. Eles também podem ser usados para mitigar alguns problemas de segurança mais rapidamente, como problemas que podem ter sido explorados ou relatados como existindo ‘livres por aí’.

Por padrão, o dispositivo do usuário deve atualizar com o RSR automaticamente. Contudo, a pessoa pode remover essa opção e realizar o update de forma manual quando achar necessário.

Além disso, a Apple confirmou que a partir de agora, apenas aparelhos com a versão mais recente do sistema operacional vão receber o Rapid Security Response.

iPhone 12
iPhone 12 (Imagem: Reprodução / Internet)

iOS 17 pode trazer integração com headset de realidade virtual

Enquanto a Apple disponibiliza atualizações para a versão atual do iOS 16, a companhia já está planejando o sucessor do seu sistema operacional.

Ainda não há um anúncio oficial e, muito menos, uma beta confirmada, mas diversos vazamentos e rumores indicam muitas novidades para o iOS 17.

Por exemplo: segundo os burburinhos, a maçã pode liberar o uso de navegadores com motores próprios, sem o WebKit. Ou seja, será que finalmente teremos o Google Chrome e o Mozilla Firefox no iPhone?

Há relatos de um suporte ao headset de realidade virtual que a própria Apple está desenvolvendo. Porém, como a empresa faz muito mistério sobre esse assunto, não é possível bater o martelo.

Por fim, o CarPlay deverá receber uma integração bem completa com o iOS 17, que poderá adicionar widgets, temas e a possibilidade de controlar o ar-condicionado pelo iPhone.

Com informações: MacRumors e Apple.

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Ex-autor

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. No Tecnoblog, autor entre 2021 e 2023. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral.

Canal Exclusivo

Relacionados