Atalho do ChatGPT está chegando para dispositivos da Apple

Novidade permite o acesso mais fácil ao chatbot da OpenAI; é possível pedir para ele responder questões e criar playlists para o usuário

Ricardo Syozi
Por
• Atualizado há 5 meses
ChatGPT no iPhone
O S-GPT (Imagem: Divulgação / Federico Viticci)

O desenvolvedor e editor do MacStories, Federico Viticci, anunciou que está lançando um atalho avançado para integrar o ChatGPT aos sistemas operacionais do iPhone, iPad, Apple Watch e Mac. Chamado de “S-GPT”, a novidade promete conectar a inteligência artificial da OpenAI com recursos nativos dos gadgets da Apple. Isso permitirá que o usuário converse com o chatbot sem precisar abrir a página da plataforma em um navegador.

Segundo a página do S-GPT, o atalho serve para que o usuário faça perguntas para o ChatGPT a partir de uma caixa na tela do dispositivo. As respostas aparecem em um alerta no aparelho, como em uma notificação. Por enquanto, ele só aceitará textos, mas não há limite para o tamanho da questão.

Para se distanciar de outros produtos similares, o desenvolvedor destacou os diferenciais da novidade:

O S-GPT usa a nova API de bate-papo lançada pela OpenAI, que é mais econômica do que a API de conclusão de texto anterior e pode produzir resultados de alta qualidade. Mais importante ainda, o S-GPT suporta o modo de conversação: à medida que você conversa com o ChatGPT e faz perguntas de acompanhamento na mesma “sessão”, o S-GPT mantém o contexto de suas perguntas anteriores e a série de respostas do assistente. Na verdade, você pode parar o atalho a qualquer momento e exportar um log completo de uma conversa inteira como uma única transcrição.

Em outras palavras, Federico Viticci queria oferecer algo mais do que “perguntas simples ou pedidos de poemas”. Ele criou uma ferramenta para ser integrada às funcionalidades nativas dos produtos da Apple.

S-GPT iPad
Uma conversa completa salva em arquivo de texto (Imagem: Divulgação / Federico Viticci)

S-GPT exige conta na OpenAI

O S-GPT (abreviação de Shortcuts-GPT) é “gratuito para qualquer usuário”, conforme afirmação do desenvolvedor. No entanto, é necessário ter uma inscrição na OpenAI com associação a um plano de pagamento “pay-as-you-go”, que é um sistema em que você paga por um serviço antes de usá-lo e você não pode usar mais do que você pagou.

Essa necessidade se deve ao fato de que o atalho aproveita a API de desenvolvedor da criadora da inteligência artificial, que tem um custo. Ele pode se conectar ao modelo 3.5 do ChatGPT e, caso o usuário tenha acesso à versão 4.0, também conseguirá usá-lo.

Alguns dos exemplos do que a novidade consegue fazer é responder a um comando para criar uma playlist com artistas específicos. Dessa forma, ele acessa o chatbot, que repassa a lista de faixas musicais e pede para você nomeá-la. Quando você abrir o aplicativo do Apple Music ou similar, as músicas ordenadas estarão te esperando.

Com isso, talvez a Siri precisará se preocupar em perder seu posto.

Com informações: TechRadar.

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Ex-autor

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. No Tecnoblog, autor entre 2021 e 2023. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral.

Canal Exclusivo

Relacionados