Broadcom aumenta oferta para comprar Qualcomm para US$ 121 bilhões

Qualcomm já recusou oferta de US$ 103 bilhões

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 1 mês
Broadcom

Em novembro de 2017, a Broadcom fez uma oferta para comprar a Qualcomm por US$ 103 bilhões. A Qualcomm foi rápida em recusar a proposta, afirmando que ela subestimava drasticamente o valor da empresa. Pois bem: a Broadcom oficialmente aumentou nesta segunda-feira (5) o preço de aquisição para impressionantes US$ 121 bilhões.

Se aprovada por ambas as partes, esta seria a maior aquisição da história do mercado de tecnologia. Com a compra, a Broadcom também assumiria as dívidas líquidas da Qualcomm, de aproximadamente US$ 25 bilhões, o que faria o valor total da transação subir para US$ 146 bilhões. O acordo criaria uma gigante dos semicondutores de mais de US$ 200 bilhões.

De acordo com a Broadcom, a nova proposta é a “melhor e última” oferecida pela companhia. Além disso, o acordo prevê uma taxa de rescisão, a ser paga pela Broadcom, caso a compra não seja concluída em um ano. Essa cláusula serve para garantir aos investidores que o negócio dará certo: como a dupla controla uma fatia enorme do mercado de smartphones, existe o receio de que órgãos reguladores barrem a aquisição.

A Qualcomm ainda não se pronunciou sobre a nova oferta.

Com informações: Financial Times, Bloomberg.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados