Capinha para iPhone vem com teclado físico integrado e suporte a atalhos

Case Clicks tem versões para iPhone 14 Pro, 15 Pro e 15 Pro Max. Espaço extra na tela é vantagem, mas tamanho pode causar estranheza.

Giovanni Santa Rosa
Por
Pessoa entregando um iPhone com uma capinha amarela com teclado
Clicks tem duas opções de cor: amarelo Bumblebee (foto) e cinza London Sky (Imagem: Divulgação/Clicks)

Um novo case para iPhone chamado Clicks vem com teclado físico embutido e custa entre US$ 139 e US$ 159 no exterior. Idealizado pelos youtubers Michael Fisher (MrMobile) e Kevin Michaluk (CrackBerry Kevin), o acessório tem botões iluminados, não precisa de bateria e conta até com uma tecla Cmd para atalhos.

O Clicks já tem uma versão para iPhone 14 Pro, e outras duas, para 15 Pro e 15 Pro Max, devem chegar nos próximos meses. O case para os aparelhos menores custa US$ 139 (R$ 675, em conversão direta), enquanto o modelo maior sai por US$ 159 (R$ 771).

Para funcionar, o Clicks não usa bateria nem Bluetooth. Ele se conecta ao iPhone por USB-C ou Lightning, dependendo da geração do smartphone. O case também oferece uma porta para carregar o celular sem precisar ser removido, e as teclas contam com iluminação própria, o que ajuda na hora de digitar no escuro.

Proporção estranha pode atrapalhar

Se você está empolgado com o Clicks, saiba que ele tem defeitos. O primeiro é que o conjunto celular e teclado é muito longo. O próprio MrMobile diz que o iPhone fica com proporções de controle remoto. Outro problema é que o case não tem MagSafe, então acessórios com encaixe magnético não devem prender muito bem. Mesmo assim, dá para usar o carregamento sem fio.

Pessoalmente, fiquei curioso para saber como é segurar um aparelho tão alto, sendo que você precisa estar com os polegares na parte de baixo. O MrMobile diz que a parte do teclado tem um peso extra para evitar que o conjunto tombe para trás.

Mais espaço na tela e atalhos no teclado

Por outro lado, a principal vantagem é que, sem o teclado virtual, sobra mais espaço na tela para ver os aplicativos. Isso pode ser bom para quem precisa digitar e-mails ou documentos longos.

Uma imagem divulgada pela Clicks mostra uma pessoa editando um story para o Instagram, o que é um bom exemplo. Com o teclado virtual, os elementos ficam saindo e voltando para o lugar na hora de acrescentar texto. Com o teclado físico, isso não ocorre.

Pessoa segurando iPhone em um case com teclado. A tela mostra um story do Instagram.
Clicks promete vantagens para quem precisa escrever muito no celular (Imagem: Divulgação/Clicks)

O Clicks tem três linhas de letras. Não há uma linha para números; para acessá-los, é preciso apertar uma tecla especial, e o mesmo vale para símbolos. Alguns botões são bastante típicos de desktops, como Tab e até o Cmd do Mac.

Com este último, aliás, é possível acessar atalhos nativos do sistema, como Cmd+H para ir à tela inicial e Cmd+espaço para abrir a busca. Isso funciona com qualquer teclado físico: eu testei aqui com um teclado Bluetooth de desktop e um iPhone e deu certo. Além disso, a Clicks promete o lançamento de um app nos próximos meses para trazer novas funcionalidades para o teclado.

Com informações: The Verge

Receba mais sobre iPhone na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados