Chrome vai conferir se suas senhas estão seguras enquanto você navega

Chrome vai verificar se senhas salvas apareceram em vazamentos, são fracas ou foram repetidas. Usuário não vai precisar rodar ferramenta manualmente.

Giovanni Santa Rosa
Por
Ilustração com a marca do Google Chrome
Google Chrome vai ser mais proativo na proteção dos usuários (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O check-up de senha do Google Chrome vai funcionar em segundo plano na nova versão do navegador. A ferramenta confere se as senhas salvas apareceram em vazamentos, são repetidas ou são fracas.

O recurso já existia, mas era preciso executá-lo de modo proativo, acessando o gerenciador de senhas do Chrome. Agora, ela age no background, periodicamente — afinal de contas, os vazamentos de dados não param. A novidade faz parte da versão 120 do Chrome, que foi lançada há algumas semanas.

O check-up de senha é parte da Verificação de Segurança do Chrome. Ela também protege outras partes do navegador. A ferramenta confere se extensões instaladas não são malwares disfarçados.

O Chrome também vai revogar permissões de sites caso você não os acesse por algum tempo. Isso é parecido com o que o próprio Android faz com apps que ficam esquecidos no aparelho.

Os avisos sobre essas questões envolvendo senhas, extensões e sites ficarão no menu de opções, aquele que aparece quando você clica nos três pontinhos do canto superior direito do navegador.

GIF mostrando que aviso de segurança do Chrome aparece na lista de opções
Aviso de senhas comprometidas aparece na lista de opções (Imagem: Divulgação/Google)

Chrome terá sincronização de grupos de abas

A versão 120 do Google Chrome também traz uma melhoria na sincronização entre dispositivos. Agora, é possível salvar um grupo de abas para que ele possa ser acessado de outros aparelhos conectados à mesma conta do Google. Segundo a empresa, a novidade será liberada aos poucos para os usuários, ao longo das próximas semanas.

O Google também destaca que o Chrome informa quanta memória RAM cada aba está usando. Se o modo de economia de memória estiver ativado, basta colocar o cursor do mouse sobre a aba para conferir a informação.

Janela suspensa mostrando título da aba e quantidade de RAM ocupada por ela
Chrome mostra quanto de RAM uma aba está usando (Imagem: Divulgação/Google)

Por fim, a empresa soltou uma informação interessante. O Chrome deve ganhar recursos úteis e inteligentes no começo do ano que vem. Eles vão usar o Gemini, novo modelo de inteligência artificial do Google.

Com informações: Google, The Verge, TechCrunch

Receba mais sobre Google Chrome na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados