Deezer e Apple Music liberam retrospectiva musical de 2023

Streamings liberaram nesta terça-feira suas campanhas de retrospectiva musical; no Deezer, Marília Mendonça foi artista mais ouvida no Brasil

Felipe Freitas
Por
Músicas mais tocadas no Spotify, Apple Music e Deezer
Apple Music e Deezer novamente divulgam suas retrospectivas antes do Spotify, inventor da "brincadeira" (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)

A Apple Music e a Deezer liberaram nesta terça-feira (28) as retrospectivas musicais para os seus usuários. Para visualizar o recurso da Deezer, os usuários podem abrir o aplicativo mobile ou desktop. Já no caso da Apple Music, a retrospectiva foi liberada no site oficial da campanha.

Ao abrir o app da Deezer pela primeira vez, aparecerá uma janela convidando o usuário a ver a sua retrospectiva de 2023. Ao iniciar a exibição da retrospectiva, o usuário pode avançar as páginas clicando na parte direita da tela. Para voltar, basta clicara na parta esquerda — parecido com o funcionamento do Kindle e dos stories do Instagram.

O tema do My Deezer Year 2023 é o jogo de tarô. O streaming usa as cartas para exibir ao usuário o seu perfil musical e brincar com previsões de quais artistas ele também gostará (baseando o resultado com o histórico musical do ano).

Replay do Apple Music só pode ser acessado em site próprio (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

No caso do Apple Music, os usuários só podem abrir a retrospectiva musical pela página da campanha. Para ter acesso ao Replay, é necessário ter uma assinatura ativa do streaming da Apple. Tanto a Deezer quanto a Apple Music mostram músicas, artistas e gênero mais ouvidos pelo usuário.

Marília Mendonça foi artista mais ouvida no Brasil

A retrospectiva do Brasil no Deezer mostra que Marília Mendonça foi a artista mais ouvida pelo terceiro ano seguido. A cantora também teve a música mais tocada no streaming (Leão). A música integra o álbum Decretos Reais, lançado em maio deste ano, que ganhou o Grammy Latino de melhor disco sertanejo em 2023.

No mesmo comunicado à imprensa, a Deezer divulgou que o Brasil possui a segunda maior média de tempo anual de streaming (69h19) do serviço — atrás apenas da França. No ano passado, a empresa informou que o país é um dos seus maiores mercados, mesmo com uma presença de 14%, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Mobile Time — Spotify lidera com 49%.

Relacionados