Facebook disponibiliza histórico de links em que você clicou

Histórico de links será liberado para todos os usuários globalmente ao longo do tempo, segundo a Meta. Recurso só funciona nos apps, não na versão web.

Giovanni Santa Rosa
Por
Logotipo do Facebook
Facebook dá a opção de desativar histórico, mas não se sabe até onde isso protege sua privacidade (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Meta confirmou que o Facebook está recebendo um recurso que exibe o histórico de links em que o usuário clicou nos últimos 30 dias. Ele será disponibilizado em breve para todos, nos apps para Android e iOS. A empresa diz que o histórico de links (ou Link History, em inglês) é uma ferramenta útil para os consumidores terem “sua atividade de navegação salva em um só lugar”, para “nunca mais perder um link”.

Segundo a página de ajuda, a ferramenta será liberada para todos os usuários “ao longo do tempo”, então pode demorar um pouco para estar disponível por aí.

O histórico de links está aparecendo para os usuários em um pop-up, que pede para confirmar a configuração. Também é possível desativá-la: abra um link, toque nos três pontinhos do canto direito inferior e desative a permissão do histórico de links. Neste caso, o Facebook promete apagar os dados em até 90 dias.

Pop-up apresentando histórico de links do Facebook
Pop-up apresentando o histórico de links diz que usuário consente com uso de informações para direcionamento de anúncios (Imagem: Reprodução/Facebook)

Ao deixar o histórico ligado, o usuário concorda que a Meta “pode usar suas informações para melhorar os anúncios nas tecnologias” da empresa. Existe a opção de desligar o recurso, mas não se sabe exatamente em que medida isso realmente protege a privacidade

O rastreamento de links clicados, por exemplo, não é novidade. Os apps das redes sociais da Meta abrem sites no navegador interno. Em 2022, um pesquisador descobriu que estes aplicativos injetam um código JavaScript de keylogger, rastreando onde o usuário toca e o que digita na página. Isso não é exclusividade de Facebook e Instagram — o TikTok também faz.

Não está claro se esse tipo de informação continua sendo coletado ao desativar o Link History. Além disso, a opção de desligar o histórico não está disponível para quem acessa o Facebook pelo navegador, o que pode ser considerado uma limitação na proteção de privacidade.

Com informações: Gizmodo, BGR, Social Media Today

Relacionados