Gmail para iOS 14 mostra limitações dos widgets da Apple

Gmail para iOS 14 recebe widget para a tela inicial do iPhone, mas expõe limitações no recurso para celulares da Apple

Bruno Gall De Blasi
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Widget do Gmail para iOS 14 (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Widget do Gmail para iOS 14 (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

O Gmail para iOS 14, enfim, recebeu o seu próprio widget para o novo sistema operacional para iPhone. A chegada do atalho para a tela inicial do celular no aplicativo de e-mail do Google, no entanto, trouxe algumas evidências sobre as limitações da Apple para o recurso, uma das principais novidades do sucessor do iOS 13.

Gmail para iOS 14 recebe widget, mas com limitações

O Gmail oferece somente uma opção de widget, que ocupa duas linhas inteiras da tela de início do iPhone, com acesso rápido às funções e áreas do app, como a busca e a caixa de entrada da conta de e-mail. Além disso, os usuários também contam com um botão para escrever novas mensagens e um contador de conversas não lidas.

O widget do Gmail para iOS 14, porém, tem lá as suas restrições. Conforme observado pelo The Verge, não há como pré-visualizar e-mails e muito menos apagá-los através do widget, devido às limitações impostas pela própria Apple, que não permite elementos interativos no recurso, como a rolagem de listas ou telas, por exemplo.

Situação similar acontece com o widget do Spotify para iPhone. A plataforma de streaming oferece duas opções ao usuário, com a visualização dos últimos conteúdos reproduzidos para acessá-los rapidamente. O atalho, no entanto, deixa de lado o controle de músicas, ao contrário do aplicativo para Android, por exemplo.

Com informações: The Verge

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados