Ubuntu 21.10 é lançado com Gnome 40, Linux 5.13 e visual repaginado

Com Gnome 40, Ubuntu 21.10 (Impish Indri) ganha algumas mudanças visuais e melhora experiência com áreas de trabalho

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Ubuntu 21.10, a versão atual da distribuição (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Se você acompanha o universo do Linux, já sabe: outubro é o mês de renovação de uma das distribuições mais populares do mercado. A tradição foi mantida: o Ubuntu 21.10 (codinome Impish Indri) foi lançado oficialmente nesta quinta-feira (14) e traz entre os seus atrativos um visual ligeiramente renovado, o Gnome 40 e, claro, uma nova versão do kernel.

Que conste desde já que esta não é uma versão LTS (Long Term Support), portanto, a Canonical garante para ela atualizações funcionais ou de segurança até julho de 2022. Apesar disso, o Ubuntu 21.10 chega em clima de celebração: esta é a 25ª versão da distribuição desde o seu lançamento, em 2004.

Enfim, o Gnome 40

Mas são as funcionalidades que mais nos interessam. Talvez a mais importante da nova versão seja a inclusão do ambiente de desktop Gnome 40. Essa versão era esperada desde o Ubuntu 21.04, lançado em abril, mas ela traz mudanças tão significativas na interface que a Canonical preferiu postergar a sua adoção.

Entre os recursos do Gnome 40 estão o suporte a novos gestos para o touchpad, um alternador horizontal entre as áreas de trabalho ativas e um modo de visualização em miniatura dos aplicativos abertos.

O tema padrão é o Yaru, que tem uma versão clara e outra escura. No 21.10, as alterações do tema são discretas, mas perceptíveis para os mais atentos. Alguns ícones foram atualizados e, quando uma opção é selecionada em um menu, ela não recebe mais uma faixa laranja, por exemplo.

Ubuntu 21.10 Impish Indri com Gnome 40 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Ubuntu 21.10 Impish Indri com Gnome 40 (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Outras novidades do Ubuntu 21.10

A despeito dessas mudanças, o Ubuntu Dock, aquela barra vertical à esquerda que tão bem caracteriza a distribuição, foi mantida na versão 21.10. Ela conta com uma pequena novidade: o ícone de lixeira foi embutido nela (até então, o ícone aparecia como um atalho na área de trabalho).

Também há novas versões de softwares, é claro, com destaque para o pacote de escritório LibreOffice 7.2, o cliente de email Thunderbird 91 e, como não poderia deixar de ser, a versão mais recente do Firefox (93) — a partir de agora, o navegador é atualizado por padrão via pacotes snap.

Quanto ao kernel, o Ubuntu 21.10 é baseado no Linux 5.13, versão que, entre vários atributos, melhora a compatibilidade do sistema operacional com chips gráficos da Intel e AMD.

As imagens do Ubuntu 21.10 Impish Indri já podem ser baixadas. Para quem já usa a distribuição, basta procurar a função de atualização de software do sistema operacional para instalar a nova versão.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados