Netflix promete mais séries e filmes originais após queda no crescimento

Base de assinantes da Netflix cresceu mais devagar; empresa planeja expandir conteúdo original via streaming para 2021

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Netflix: lista "Continuar Assistindo" (Foto: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)
Netflix (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

A Netflix divulgou seu resultado financeiro do terceiro trimestre de 2020: a base de assinantes está crescendo mais devagar, assim como o faturamento. Para estimular o serviço de streaming, a empresa vai dobrar a aposta em conteúdo original: ela planeja aumentar a quantidade de lançamentos em 2021, tanto em filmes como em séries.

No final de setembro, a Netflix contava com 195,15 milhões de assinantes no mundo inteiro. A base teve 2,2 milhões de adições líquidas no terceiro trimestre, contra 6,8 milhões no mesmo período do ano passado.

Para a empresa, isso se deve aos recordes atingidos na primeira metade do ano, puxados pelo isolamento social durante a pandemia da COVID-19. “Acreditamos que nosso recorde de adições líquidas no primeiro semestre resultará em um crescimento mais lento na segunda metade deste ano”, diz a carta aos acionistas.

A Netflix conseguiu mais 28,1 milhões de clientes nos primeiros nove meses de 2020; enquanto isso, em todo o ano de 2019, foram 27,8 milhões de adições líquidas. Ela planeja fechar o ano de 2020 com pouco mais de 200 milhões de usuários pagantes.

Netflix terá mais séries e filmes originais em 2021

E para 2021, o plano é lançar cada vez mais séries e filmes exclusivos: o número de Originais Netflix deve aumentar a cada trimestre de 2021 em relação aos mesmos períodos do ano anterior.

Após uma paralisação devido à COVID-19, a empresa voltou a produzir a quarta temporada de Stranger Things, a segunda temporada de The Witcher e o filme de ação Red Notice, estrelado por Dwayne Johnson, Gal Gadot e Ryan Reynolds. Ela espera concluir as filmagens de mais de 150 outras produções até o final de 2020, inclusive na América Latina.

A Netflix também comenta a reorganização interna da Disney, que passou a focar ainda mais no Disney+ e em conteúdo para streaming: “estamos entusiasmados em competir com a Disney e um número crescente de outras empresas para entreter as pessoas; tanto os consumidores quanto os criadores de conteúdo se beneficiarão de nosso desejo mútuo de levar as melhores histórias para públicos em todo o mundo”.

Para provar que seus clientes gostam de conteúdo original, a Netflix divulgou estatísticas sobre seus lançamentos mais recentes. Ela adota uma medida peculiar: a quantidade de domicílios (não usuários) que escolheram assistir a pelo menos dois minutos (!) de uma série ou filme nos primeiros 28 dias após o lançamento.

Os filmes The Old Guard (ação) e A Barraca do Beijo 2 (comédia romântica) foram os títulos mais populares do terceiro trimestre. Confira a lista:

  • The Old Guard, filme estrelado por Charlize Theron: 78 milhões de domicílios
  • A Barraca do Beijo 2: 66 milhões
  • Cenas de um Homicídio: Uma Família Vizinha, documentário: 52 milhões (estimado)
  • Cobra Kai, baseado nos filmes de Karate Kid: 50 milhões
  • Ratched, série de Ryan Murphy: 48 ​​milhões
  • The Umbrella Academy, 2ª temporada: 43 milhões
  • O Dilema das Redes, documentário: 38 milhões
  • Lucifer, 5ª temporada: 38 milhões

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados