Nubank atualiza contrato de conta e cartão devido à LGPD

LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), começou a valer; Nubank também atualizou política de privacidade

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Nubank

O Nubank está avisando clientes que os contratos para o cartão de crédito e para a conta digital (antes chamada NuConta) foram atualizados. A fintech não deixa claro no e-mail, mas isso ocorreu para adicionar a cláusula Tratamento de Dados Pessoais por causa da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), que começou a valer na última sexta-feira (18).

A nova cláusula é igual nos dois contratos: “o Nubank realiza o tratamento de seus dados de acordo com a Política de Privacidade Nubank com a qual você consentiu”, incluindo o link para acessar as regras.

Vale notar que a política de privacidade do Nubank também foi modificada, mas em agosto. Na época, o Nubank deixou bem claro o motivo: “atualizamos nossa Política para deixá-la mais clara e transparente, além de adaptá-la à Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.709/2018), conhecida como LGPD”.

Com a lei em vigor, empresas como o Nubank são obrigadas a:

No caso do Nubank, isso é feito ao entrar em contato pelo canal Me Ajuda no app ou pelo e-mail dpo@nubank.com.br. Isso será repassado ao DPO (Data Protection Officer), ou chefe de proteção de dados.

Cartão Nubank Rewards

Nubank lista motivos para coleta de dados pessoais

Além disso, a LGPD exige que as empresas expliquem quais dados pessoais são coletados dos clientes, e para qual finalidade. No caso do Nubank, isso inclui:

  • dados pessoais informados pelo titular, como nome, endereço, telefone e e-mail, para prestar os serviços, realizar pesquisas de mercado e atender a exigências legais;
  • dados biométricos, como uma foto do seu rosto e do seu RG, para prevenção contra fraudes;
  • dados coletados de terceiros, como score gerado por bureaus de crédito e restrições financeiras (negativações e valores devidos) para conceder crédito, aumentar limite e reavaliar a elegibilidade de ser um cliente Nubank;
  • dados de navegação e do dispositivo, como endereço IP e atributos do dispositivo móvel, interações realizadas nos sites e app do Nubank, cookies e dados de geolocalização para identificar compras indevidas, gerar estatísticas de uso, e exibir anúncios no site do Nubank, redes sociais ou em sites de terceiros;
  • dados pessoais originados do uso dos produtos e serviços, como transações e movimentações financeiras na conta digital, operações de crédito (empréstimo pessoal, parcelamento de fatura) e lista de contatos (se autorizado pelo usuário) para autenticar transações, melhorar serviços e desenvolver novos produtos;
  • dados públicos, como depoimentos referentes ao Nubank postados em redes sociais, para divulgar produtos e serviços.

Não é necessário confirmar a aceitação desses novos termos: basta continuar usando os serviços da fintech. Todos os bancos e demais instituições financeiras terão que adaptar seus contratos da mesma forma para se adequar à LGPD.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados