Patente da Huawei prevê leitor de digitais em toda a tela

Patente registrada pela Huawei imagina celular com leitor de impressões digitais acessível em toda a tela

Bruno Gall De Blasi
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Patente da Huawei prevê leitor de digitais em toda a tela do celular (Foto: Reprodução/Huawei)

A Huawei registrou uma patente que prevê um leitor de digitais acessível em toda a tela do celular. O conceito, revelado pelo Android Authority nesta terça-feira (11), permite que o usuário realize autenticações biométricas ao encostar a digital em qualquer parte do display. Não há previsão de lançamento do recurso em smartphones da marca.

O conceito pretende encerrar os limites ao utilizar o sensor no display do celular. Conforme aponta a patente, a ideia é permitir que o painel reconheça a biometria do usuário em qualquer área, em vez de somente um ponto específico, como é realizado desde 2018, quando o primeiro celular com a tecnologia foi lançado.

O usuário também poderá escolher as áreas da tela onde a autenticação poderá ser realizada, de acordo com o site especializado. Em outras palavras, a expectativa é que o dono do celular possa configurar e desabilitar a função em algumas partes da tela para economizar a bateria do telefone e até mesmo evitar desbloqueios acidentais.

A marca chinesa ainda demonstrou algumas utilidades do conceito, como abrir apps com senha ou até mesmo ler e responder mensagens diretamente pela tela bloqueada. A nova tecnologia, neste caso, tornaria o acesso aos recursos mais rápido, pois o usuário não precisa levar o dedo a outra parte do smartphone para usar o sensor.

A Huawei, no entanto, não é a primeira marca de smartphones a apresentar essa ideia. No começo de 2019, a também chinesa Vivo anunciou o celular conceito Vivo Apex 2019, com leitor de impressões digitais em toda a tela, capaz de reconhecer toques em toda a área frontal e sem botões físicos e conector USB-C.

Vale lembrar que, por se tratar de uma patente, não se sabe quando ou até se o conceito apresentado pela Huawei chegará ao mercado no futuro. Além disso, o registro solicitado em seis mercados (China, Europa, Estados Unidos, Índia e Japão) ainda está com a aprovação pendente.

Com informações: Android Authority

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados